Logo paivense
Logo paivense

Academia Internacional de Gastronomia premeia José Avillez

José Avillez foi distinguido esta segunda-feira com o prémio internacional Grand prix de l’Art de la Cuisine pela Academia Internacional da Gastronomia. A distinção, atribuída em Paris, destaca o “melhor cozinheiro do ano”.

José Avillez recebeu o Grand prix de l’Art de la Cuisine pela Academia Internacional da Gastronomia, prémio internacional que distingue “melhor cozinheiro do ano”. Este não é o primeiro galardão que o português arrecada. Avillez, detentor de duas estrelas Michelin no restaurante Belcanto, em Lisboa, já recebeu o Condé Nast Traveller Internacional e o Chef de Cozinha do Ano.

A Academia Internacional da Gastronomia distinguiu igualmente Pedro Pena Bastos com o prémio de Chef de l’Avenir, Leonardo Pereira com o de Multimédia pelo programa de televisão “Chef de Raiz” e George Mendes pelo livro “My Portugal” com o prémio de Literatura Gastronómica.

Para a Academia Portuguesa de Gastronomia, fundada em 1991, este prémio demonstra que a gastronomia nacional está ao nível das melhores do mundo, “provando que o trabalho iniciado há alguns anos por esta nova geração dos chefes portugueses está a ser consagrada além-fronteiras ao mais alto nível”. Em 2016, Jacques Mallard, presidente à época, já havia reconhecido a evolução da cozinha lusa. “Uma grande revolução”, completou.

Além do Belcanto, José Avillez tem ainda a seu cargo restaurantes como Beco e Bairro do Avillez, além do Mini Bar no teatro São Luiz, na capital, que o próprio caracterizou de “um espaço divertido, com uma cozinha surpreendente e um ambiente único, em que a música tem um lugar de destaque”.