Logo paivense
Logo paivense

O que aconteceu no dia 22 de fevereiro? Confira:

Principais acontecimentos registados no dia 22 de fevereiro, Dia Europeu da Vítima do Crime:

1788 – Nasce Artur Schopenhauer, filósofo alemão.

1797 – É criada, em Lisboa, a Companhia de Seguros Tranquilidade Recíproca.

1819 – A Espanha cede a Florida aos EUA.

1832 – D. Pedro abdica do trono do Brasil para se dedicar à causa liberal portuguesa. A Guerra Civil estender-se-á até 1834.

1849 – Benjamim Disraeli assume a liderança do Partido Conservador britânico e, mais tarde, a liderança do Governo.

1857 – Nascimento do Fundador Mundial do Escutismo, Lord Robert Baden-Powell.

1906 – É publicado o manifesto contra a apreensão de jornais, subscrito por França Borges, do jornal O Mundo, Moreira de Almeida, de O Dia, Magalhães Lima, da Vanguarda, Alfredo Cunha, do Diário de Notícias, e Zeferino Cândido, de A Época.

1912 – O contrato para introdução da telegrafia sem fios em Portugal é assinado entre o Governo e a Marconi.

1933 – O texto da futura Constituição de 1933, que consagra a ditadura do Estado Novo, é publicado no Diário do Governo. A proposta será sujeita a plebiscito a 19 de março. A abstenção será contada como voto de apoio.

1942 – O escritor austríaco Stefan Zweig, autor de “24 Horas na Vida de Uma Mulher”, suicida-se pela “amargura de ver a Europa espezinhada por Hitler”.

– Futebol: O Sporting ganha ao Leça por 14-0. É a maior goleada da 1.ª divisão.

1943 – II Guerra Mundial. A Gestapo executa os irmãos Hans e Sophie Scholl, membros do grupo Rosa Branca, movimento de resistência ao regime nazi.

1945 – II Guerra Mundial. Operação Clarion. Dez mil aviões das forças aliadas atacam os principais meios de comunicação da Alemanha nazi.

1950 – O diretor geral da Cooperação Económica dos EUA, Paul Hoffman, anuncia a atribuição de 23,5 milhões de dólares a Portugal, no âmbito do Plano Marshall.

1967 – O comando Ibero-Atlântico da NATO, Iberlant, fixa-se provisoriamente em Sintra

1973 – Os EUA e a China retomam relações diplomáticas.

1974 – É posto à venda o livro “Portugal e o Futuro”, de António de Spínola, vice-chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, antigo governador-geral da Guiné.

1975 – O Movimento das Forças Armadas (MFA) reforça os poderes chamando a si o direito de veto sobre decisões políticas fundamentais.

1976 – Portugal reconhece a República Popular de Angola. Depois de ouvir o Conselho da Revolução e os partidos políticos (PS, PPD e CDS que se pronunciam contra), o Presidente da República, Costa Gomes, reconhece o Governo da República Popular de Angola.

1985 – Morre, aos 72 anos, o poeta e dramaturgo catalão Salvador Espriu.

– Morre Marques Vidal, profissional da rádio portuguesa. Tinha 62 anos.

1987 – Morre, aos 58 anos, o artista norte-americano Andy Warhol, referência da Pop Art.

1990 – Explode o foguetão Ariane, pouco depois do lançamento, na Guiana francesa.

1996 – Reabre, em Lisboa, o Gabinete de Apoio à Vítima.

1999 – 40 mil agricultores europeus bloqueiam Bruxelas num protesto à proposta de reforma da Política Agrícola Comum da UE.

– Morre, com 77 anos, Correia da Fonseca, promotor do Totobola, em Portugal.

2000 – A Associação Portuguesa de Escritores atribui o Prémio Vida Literária a Eugénio de Andrade.

– É apresentada a proposta de Lei Eleitoral para a Presidência da República que concede direito do voto aos emigrantes.

2002 – Jonas Savimbi, líder da UNITA, é morto em Angola por tropas governamentais. Tinha 67 anos.

– Morre, com 90 anos, o cartoonista norte-americano Chuck Jones, criador de Buggs Bunny, Daffy Duck e Silvestre, o gato.

2003 – Meio milhão de pessoas manifestam-se em Madrid contra a atitude das autoridades, após o afundamento do petroleiro Prestige, ao largo da Galiza, em novembro de 2002.

2005 – A autarca Fátima Felgueiras começa a ser julgada à revelia no Tribunal de Fafe, num processo de difamação.

– Morre, aos 93 anos, Simone Simon, atriz francesa, protagonista de “La Bête Humaine”, de Jean Renoir.

2006 – Explosão destrói a cúpula do santuário xiita de Samarra, um dos mais importantes do Iraque.

– Morre Júlio Graça, escritor, autor de ”Um Palmo de Terra” e “Histórias de Prisão”. Tinha 82 anos.

2007 – O presidente da República, Cavaco Silva, preside ao primeiro Conselho de Estado do seu mandato, para analisar as perspetivas futuras das missões militares e militarizadas portuguesas em operações de paz no estrangeiro.

– É criada a Unidade de Missão para o Recenseamento Eleitoral – UMRE.

– O Governo português ratifica a convenção contra a corrupção adotada pela Assembleia-Geral das Nações Unidas em outubro de 2003.

– D. Manuel Clemente é nomeado Bispo do Porto, em substituição de D. Armindo Lopes Coelho, que resignou por ter atingido a idade limite para o cargo.

– Apple e Cisco celebram acordo sobre a utilização da marca iPhone, que passa a ser utilizada pelas duas empresas nos seus produtos em todo o mundo.

– Morre, com 86 anos, Fons Rademakers, realizador de cinema holandês, Óscar para o melhor filme estrangeiro em 1986, com “O Assalto”.

– Morre Lothar-Gunther Buchheim, escritor alemão, autor do “best-seller” “Das Boot”, adaptado ao cinema em 1981 por Wolfgang Petersen, com o título “A Odisseia do Submarino 96”. Tinha 89 anos.

2008 – Morre, aos 76 anos, o ator brasileiro Rubens de Falco.

2010 – A Dinamarca abre primeira clínica de distribuição gratuita de heroína sob vigilância médica, após anos de debate, para ajudar dependentes de drogas duras.

– O Banco de Portugal autoriza a fusão do Cetelem com o Credifin – Banco de Crédito ao Consumo, dando assim origem – segundo a empresa – à criação de um novo líder de mercado no crédito especializado, o Banco BNP Paribas Personal Finance.

2011 – Um sismo de magnitude 6,3 na escala aberta de Richter na Nova Zelândia faz centenas de mortos e desaparecidos.

– Morre, aos 81 anos o ator Nicholas Courtney, conhecido pelos fãs de Doctor Who por interpretar o Brigadeiro Alistair Gordon Lethbridge-Stewart, amigo próximo do Doctor Who.

2012 – A autoridade reguladora da energia norte-americana aprova a compra de 21,35 por cento da EDP por parte da China Three Gorges ao Estado no valor de 2,7 mil milhões de euros.

– Os chineses da State Grid e os árabes da Oman Oil Company formalizam a aquisição de 40 por cento da REN – Redes Energéticas Nacionais, com a assinatura dos respetivos contratos de promessa de compra e venda.

– Morre Luis Mansilla, arquiteto espanhol coautor do Museu de Arte Contemporânea de Castela e Leão (MUSAC). Tinha  52 anos.

2013 – Morre Wolfgang Sawallisch, um dos principais maestros alemães que foi durante 20 anos diretor da Ópera do estado da Baviera. Tinha 89 anos.

2014 – O parlamento ucraniano destitui o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, por “abandono das suas funções constitucionais” e convoca eleições presidenciais antecipadas para o dia 25 de maio.

2015 – Morre Luca Ronconi, considerado um inovador do teatro contemporâneo tanto italiano como europeu, aos 81 anos.

2017 – O antigo chefe do Executivo de Hong Kong Donald Tsang é condenado a 20 meses de prisão por conduta indevida durante o período em que liderou a cidade.

=================.

Este é o quinquagésimo terceiro dia do ano. Faltam 312 dias para o termo de 2018.

Pensamento do dia: “A liberdade é o derradeiro significado”, Stefan Zweig (1881-1942), escritor austríaco.