Início Agricultura Face às sanções norte-americanas, a batata é a salvação do Irão

Face às sanções norte-americanas, a batata é a salvação do Irão

COMPARTILHAR

A economia iraniana está em sérias dificuldades devido às sanções norte-americanas impostas ao país. Os iranianos recorrem agora à batata numa tentativa frustrada de combater a fome.

Várias empresas têm deixado de vender bens ao Irão com medo de violar as sanções norte-americanas. Os preços subiram e os iranianos estão a fazer tudo ao seu alcance para evitar a fome. O país dependia muito das importações para alimentar o seu povo, mas agora vê-se obrigado a distribuir senhas de alimentação para carne congelada.

De forma a combater este problema, o Governo iraniano pôs mãos à obra e ordenou duplicar a produção de batatas. O Irão está a construir uma gigante reserva deste tubérculo para evitar inquietação social entre as massas. Desde 2015, o país já produziu 5 milhões de toneladas de batata.

Com o aumento da produção em várias regiões, o ministro da Agricultura espera que se produzam 5,1 milhões de toneladas de batata só este ano. E, segundo o OZY, a produção poderia ser bem maior, não fossem as cheias que inutilizaram mais de 260 mil hectares de terra.

A depreciação do rial iraniano torna bastante mais lucrativo aos produtores nacionais venderem a batata no estrangeiro. No entanto, o Governo iraniano baniu a exportação de batatas, de forma a que o mercado doméstico fosse completamente saciado pela produção nacional.

“A política agrícola do Irão sempre enfatizou a segurança e a auto-suficiência alimentar por causa do medo de que as sanções estrangulassem o Irão“, disse Hooshang Amirahmadi, professor universitário e especialista em economia iraniana. “Como as batatas são fáceis de cultivar, elas encaixam-se nesse modelo e tornaram-se comuns entre a classe média baixa”.

Assumindo-se como o 13º maior produtor mundial de batatas, o Irão tem quase 160 mil hectares dedicados à produção deste tubérculo. Aliás, a nível gastronómico, a batata é um ingrediente muito comum em vários pratos iranianos.

Apesar do acentuado aumento do preço, um quilo de batatas custa apenas cerca de 0,64€ no Irão — um preço consideravelmente mais baixo do que, por exemplo, em Portugal.

“As autoridades iranianas querem ter a certeza de que o mercado não enfrenta escassez de batatas, porque isso pode gerar mais divergências se os preços subirem“, disse Sina Azodi, conselheiro na empresa de consultoria Gulf State Analytics.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.