O uso de poeira de rocha na agricultura traz não só vantagens para a colheita, mas também para o ambiente. Esta técnica permite uma remoção eficiente do dióxido de carbono.

Espalhar poeira de rocha nos terrenos agrícolas pode economizar cerca de um décimo do “orçamento de carbono” da humanidade, a quantidade de dióxido de carbono que podemos emitir sem provocar níveis catastróficos de aquecimento global. Os países que mais têm a ganhar com esta técnica são a China, os Estados Unidos e a Índia, os três maiores emissores de CO2 do mundo.

As rochas absorvem naturalmente CO2, mas com esta técnica, conhecida como enhanced rock weathering (ERW), o efeito é amplificado, já que a rocha fica a cobrir uma maior área, escreve a New Scientist.

Considerando o clima, a área das terras cultivadas e os sistemas energéticos dos países, os cientistas descobriram que a poeira das rochas poderia remover entre 0,5 e 2 gigatoneladas de CO2, por ano, até 2050.

“Se você pode extrair uma gigatonelada por ano, é significativo. Duas gigatoneladas são as emissões combinadas de CO2 da aviação e da navegação, e essas duas serão muito difíceis de descarbonizar. Eu diria que tem um potencial muito interessante para transformar a forma como gerimos o cenário agrícola”, diz David Beerling, da Universidade de Sheffield, no Reino Unido.

Feitas as contas, se duas gigatoneladas de CO2 fossem removidas anualmente durante mais de meio século, poderia-se poupar 12% do tal “orçamento de carbono”.

O uso de poeira de rocha não só é uma opção amiga do ambiente como as evidências científicas sugerem também que aumenta o rendimento das colheitas. Este novo estudo foi publicado esta quarta-feira na revista científica Nature.

“Precisamos de limpar esta trapalhada de maneira sensata, numa escala de tempo de décadas a séculos”, diz o coautor James Hansen. “Uma das maneiras com múltiplos benefícios é o cultivo com poeira de rocha. Gosto particularmente porque é mais permanente do que a maioria dos esquemas de remoção de CO2”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + 13 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.