Logo paivense
Logo paivense

Apenas 54% dos portugueses permaneceram em casa na Páscoa

54% dos portugueses permaneceram em casa, segundo os dados da empresa PSE.

De acordo com os dados sobre mobilidade e confinamento divulgados esta terça-feira pela PSE, no domingo de Páscoa, 56,5% dos portugueses mantiveram-se em casa, um valor inferior aos 79% que respeitaram o dever de confinamento no domingo de Páscoa de 2020, que é até agora o dia com maior confinamento no país desde o início da pandemia.

“Em termos gerais, o fim de semana de Páscoa revelou uma mobilidade em linha com o que são os sábados e domingos na atualidade mais recente: menor mobilidade do que nos dias úteis, e mais portugueses a efetuarem deslocações de proximidade”, adianta a PSE.

Ao analisar a mobilidade dos portugueses durante a semana da Páscoa verificou-se que em 2021 a circulação “foi 76% superior à verificada na Páscoa de 2020, ponto mais alto do primeiro lockdown [confinamento]”. Um sinal claro do atual processo de desconfinamento que o país ultrapassa.