Logo paivense
Logo paivense

Arouca: Alunos com necessidades especiais usufruem de terapia com cavalos

Inicia no próximo dia 22 as sessões de hipoterapia e prática de equitação terapêutica, no Centro Hípico do Paço (Alvarenga), destinadas aos alunos com necessidades educativas especiais (NEE) dos Agrupamentos de Escolas de Escariz e de Arouca.

O protocolo entre o Município de Arouca, os Agrupamentos de Escolas e o Centro Hípico, que permite o acesso gratuito destes alunos a estas atividades, foi assinado a 8 de fevereiro, em Alvarenga, com a presença dos representantes das entidades envolvidas.

As sessões decorrem semanalmente, às segundas-feiras de manhã e às quintas-feiras, durante todo o dia, envolvendo todos os alunos NEE dos Agrupamentos (13 no total). A hipoterapia junta-se assim à hidroterapia que estes alunos já fazem nos Complexos Desportivos Municipais, de forma gratuita e com apoio camarário a nível do transporte.

A hipoterapia é usada há mais de 25 anos e consiste num método terapêutico e educacional que utiliza os andamentos do cavalo com o objetivo de alcançar o desenvolvimento físico, cognitivo, social e afetivo de pessoas com deficiências e incapacidades. A promoção do bem-estar e da autoestima, o aumento da capacidade de atenção e de concentração são alguns dos benefícios desta intervenção.

“O protocolo assinado e que permite o acesso dos nossos alunos NEE a atividades terapêuticas com cavalos é mais um passo que damos na construção de um município para todos, rentabilizando os recursos que já temos no terreno e colocando-os ao serviço da promoção da qualidade de vida e da inclusão”, referiu a presidente da Câmara, Margarida Belém. “É este o rumo que é imperioso continuarmos a seguir”, acrescentou.

LEIA MAIS:

Arouca vence por 1-0
Penafiel: biblioteca acolhe programa de Carnaval