Logo paivense
Logo paivense

As setas do PSD desapareceram sem aviso. Militantes estão revoltados

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O símbolo do PSD perder as suas três míticas setas. Esta mudança está a provocar algum desagrado entre os militantes do partido.

A direção de Rui Rio remodelou o site do partido e fez desaparecer todas as setas que antes integravam o logótipo do PSD. Os canais digitais do partido foram renovados e, ao que parecem, o símbolo de Partido Social Democrata é agora um retângulo laranja com a sigla a branco.

Não estão em lado nenhum. As três famosas setas sobrepostas e viradas para cima, desapareceram. As setas simbolizam a luta dos militantes sociais-democratas contra o nazismo e os três princípios do movimento: o poder político e intelectual, a força económica e social e a força física.

As cores das setas – laranja, vermelho e preto – simbolizam “movimentos e correntes de pensamento que contribuíram para a síntese ideológica e de ação da social-democracia”.

“A seta negra recorda os movimentos libertários do século passado, a vermelha, lembrando as lutas das classes trabalhadoras e dos seus movimentos de massa, e a branca, apontando os valores do homem, a tradição Cristã e humanista da Europa consubstanciada no Personalismo”, lê-se no site do PSD.

Os militantes não gostaram. Virgínia Estorninho, uma militante histórica de Lisboa que deu conta da alteração no último Conselho Nacional do partido, não se conforma. “Tiraram-nos as setas e enfiaram-nos num quadrado laranja. Não admito isso”, disse ao Público, queixando-se de que estão a apagar a identidade do PSD.

“Se as setas não foram repostas, organizo uma manifestação à porta da sede do PSD”, garante Virgínia Estorninho, adiantando que, apesar de não ter dado prazo a José Silvano, secretário-geral do partido, para repor a imagem, planeia concretizar esta ameaça.

Por sua vez, José Silvano diz que a alteração foi realizada antes de tomar posse do cargo de secretário-geral do partido, mas admite que as setas poderão voltar a ser integradas no símbolo do partido.

As setas – que fazem parte do símbolo do partido desde 1974 – desapareceram do site do PSD, da PSD TV e da página de Facebook do partido. No site, já só se veem em fotografias e no fundo da página, junto ao símbolo do PPE.

O ex-deputado e ex-secretário-geral adjunto do PSD entre 2000 e 2002, Luís Cirilo, já se manifestou o seu desagrado no Twitter. “A direção do PSD só tem um caminho: Repor imediatamente as setas e pedir desculpa aos militantes por esta agressão à nossa memória e à nossa identidade. E ontem já era tarde…”, escreveu.

À TSF, António Capucho, histórico do PSD que já não é militante do partido, admite que a mudança do símbolo viola os estatutos do partido. “O símbolo do Partido é formado por três setas, de cor preta, vermelha e branca, que representam os valores fundamentais da Social-Democracia: a liberdade, a igualdade e a solidariedade”, consta no artigo 4.º.

Fonte: ZAP