Início Castelo de Paiva Castelo de Paiva vai representado na Feira Internacional de Turismo Nacional

Castelo de Paiva vai representado na Feira Internacional de Turismo Nacional

COMPARTILHAR

Através do espaço único da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, o concelho de Castelo de Paiva estará novamente presente, na BTL – Feira Internacional de Turismo, que terá lugar de 28 de Fevereiro a 4 de Março no espaço da FIL em Lisboa.

Nesta nova participação, Castelo de Paiva vai promover os produtos que, definitivamente, captam mais público para o nosso território, nomeadamente a gastronomia e vinhos, turismo de natureza e touring cultural e paisagístico.

A intenção prende-se com a divulgação de Castelo de Paiva como destino atrativo para os apreciadores da natureza e dos diversificados desportos que por cá se praticam, e ainda divulgar os eventos que mais dinâmica conferem ao concelho, nomeadamente os festejos de S. João e a Feira do Vinho Verde, que este ano se evidenciam pelos grandes concertos que estão em perspectiva.

Este é um evento cheio de desafios e novas propostas, quer para os profissionais ligados ao sector do turismo, que nestes dias poderão investir em novas oportunidades de negócio, conhecer novas tendências dos mercados.

Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa acredita, por tudo isto, que esta participação na BTL 2018, nestes 5 dias será mais um momento alto de promoção e divulgação desta região do Norte do país tão vasta e rica em atractivos turísticos, apresentando magnificas ofertas desde alojamento, aventura, saúde e bem-estar, gastronomia, doçaria ou cultura, bem como as apostas no turismo de natureza e no turismo cultural, associando-lhe o calendário de eventos e festividades regionais.

 Na participação de Castelo de Paiva na BTL destaca-se ao inicio da tarde, a apresentação do II Festival da Lampreia de Castelo de Paiva e a degustação de iguarias gastronómicas, acontecendo mais tarde, uma breve apresentação da Casa de Payva, com a realização de uma degustação de produtos regionais, nomeadamente vinhos, doces e fumeiro.

Para o autarca paivense Gonçalo Rocha, é extremamente importante e crucial, que Castelo de Paiva possa continuar a mostrar o seu potencial, os seus recursos endógenos. Fez questão de salientar a concretização dos grandes projectos orientados para os Percursos Pedestres que estão em curso e relacionados para as temáticas dos rios, serra, vinhas e minas, procurando ao mesmo tempo, dar a conhecer aos visitantes um conjunto de actividades económicas das gentes paivenses.

Destacou ainda a abertura da Casa de Payva, sem esquecer o valor e a importância da Rota do Românico e a mais valia que tem para o município e para a região, não esquecendo, por ultimo, de evidenciar que, Castelo de Paiva é sempre uma terra que vale a pena conhecer, porque tem o essencial e uma grandeza fantástica, que são pessoas simples, humildes e muito acolhedoras, um património único de uma terra que se apresenta com alma e com chama e que sabe receber bem, apostando cada vez mais, num futuro mais promissor.

LEIA MAIS:

Cais do Castelo com previsão de conclusão de obras para Março

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

one × five =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.