Início Ciência Físicos criam primeiro holograma realista ao estilo de Star Trek

Físicos criam primeiro holograma realista ao estilo de Star Trek

Pela primeira vez, físicos turcos conseguiram criar hologramas tridimensionais realistas. Holograma é uma imagem tridimensional obtida a partir da projeção da luz sobre imagens bidimensionais.

COMPARTILHAR

A ficção científica presente em Star Trek está cada vez mais a tornar-se numa realidade dos nossos dias. Os famosos hologramas tridimensionais da série dos anos 60 foram agora replicados com sucesso por cientistas turcos.

Nunca antes se tinha conseguido uma projeção holográfica a três dimensões. Algo que foi agora capaz graças ao trabalho de investigadores da Universidade de Bilkent, na Turquia. O estudo foi publicado no mês passado na revista Nature Photonics.

“Conseguimos esta proeza com recurso aos fundamentos básicos da holografia, criando centenas de cortes de imagens, que podem ser usados para sintetizar a original”, disse Ghaith Makey, um dos principais autores do estudo.

“Até agora não tinha sido possível projetar simultaneamente um objeto 3D, com as partes de trás, do meio e da frente. A nossa abordagem resolve esse problema com uma mudança na forma como preparamos hologramas”, explicou Onur Tokel, outro dos físicos que desempenhou um importante papel no estudo.

Para tal, os cientistas turcos exploraram uma “ligação simples entre as equações que definem a propagação da luz”, algumas das quais remetem aos primórdios do estudo desta temática.

“Projeções realistas em 3D não foram feitas antes, principalmente porque requerem uma projeção lado a lado de um grande número de imagens de duas dimensões para que pareçam realistas”, disse o cientista Fatih Ömer Ilday. “Usamos um corolário do famoso teorema central do limite e a lei dos grandes números“, concluiu o físico turco.

Modéstia à parte, Tokel considera que os hologramas que criaram “superam todos os anteriores sintetizados digitalmente”. Além disso, esta não é apenas uma inovação curiosa, tendo também possivelmente aplicações práticas “em telas 3D, visualização médica, controlo de tráfego aéreo e em interações com lasers e em microscópios”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

fourteen + ten =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.