[embedded content]

Tomar o pequeno-almoço pode ser um fator importante para conseguir um maior sucesso escolar. Evitar esta refeição está associado a notas mais fracas nos exames.

Um estudo realizado por investigadores britânicos encontrou uma associação entre não tomar o pequeno-almoço e ter notas mais baixas no GSCE. O General Certificate of Secondary Education (GCSE) são o equivalente do Reino Unido aos exames nacionais do secundário em Portugal.

Os cientistas da Universidade de Leeds notaram que os alunos de secundário que raramente tomavam o pequeno-almoço em dia de aulas tiveram piores notas nos exames. Pelo contrário, os alunos que tomavam aquela que se considera ser a refeição mais importante do dia, tiveram melhores notas no GSCE.

As notas do GSCE vão de “A” a “G”, sendo “A” a nota mais alta e “G” a mais baixa. Ao analisarem os resultados dos exames, os investigadores notaram que quem raramente tomava o pequeno-almoço tinha notas dois níveis abaixo dos outros alunos. O estudo foi publicado esta quarta-feira na revista científica Frontiers in Public Health.

“O nosso estudo sugere que os alunos do ensino secundário estão em desvantagem se não estiverem a tomar esta refeição matinal para alimentar o cérebro para o início do dia escolar”, notou a autora do estudo, Katie Adolphus, citada pelo Tech Explorist.

Além disso, a investigadora garante que este novo estudo sugere que má nutrição está associada a piores resultados académicos. Quer seja por opção ou por más condições financeiras, os alunos que não tomem o pequeno-almoço podem estar a sair prejudicados na sua aprendizagem.

Os cientistas alertam, então, para a necessidade de alargar o programa de pequeno-almoço grátis nas escolas, para dar resposta às crianças que querem comer, mas que não têm condições em casa para o fazer.

“A educação é crucial para o sucesso na vida futura de uma criança e para escapar à pobreza, portanto, garantir que todas as crianças tenham acesso a um começo saudável do dia deve ser uma prioridade”, declarou Alex Cunningham, CEO da organização Magic Breakfast, que oferece pequenos-almoços grátis a crianças nas escolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × five =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.