(dr) Kyodo

Fugaku

O supercomputador Fugaku conquistou recentemente o título de mais rápido do mundo e é o mais recente reforço na luta contra a covid-19.

No Japão, o mais recente reforço na luta contra o novo coronavírus é o Fugaku, o computador mais rápido do mundo. Esta máquina, financiada pela Fujitsu, consegue realizar mais de 415 triliões de cálculos por segundo.

Segundo o Interesting Engineering, esta semana, o supercomputador destronou aquele que era, até agora, considerado o computador mais rápido do mundo, o norte-americano Summit da IBM. A máquina japonesa consegue realizar operações quase três vezes mais rápido que o seu antecessor.

O Fugaku contém 150 mil unidades de processamento de alto desempenho e tem a capacidade de testar milhares de substâncias por semana. Agora, o objetivo do supercomputador é ajuda a identificar um tratamento para a covid-19.

O Fugaku tem por base os cerca de dois mil fármacos já existentes, incluindo os recentemente desenvolvidos e que ainda não chegaram à fase de testes.

Vai também analisar as mudanças estruturais nas células humanas quando entram em contacto com o vírus, de modo a obter importantes informações sobre o desenvolvimento da doença. O supercomputador já descobriu como é que as gotículas do novo coronavírus se espalham em espaços fechados, como escritórios.

O supercomputador que custou mais de 130 mil milhões de ienes, cerca de 1,08 mil milhões de euros, a ser desenvolvido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two + 8 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.