Uma espécie de alga de crescimento rápido, recentemente identificada, representa uma grande ameaça para o recifes de coral e para o ecossistema oceânico.

Uma nova espécie de alga vermelha está a proliferar-se rapidamente através de atóis no arquipélago havaiano, representando “uma grande ameaça” para os recifes de coral e ecossistema marinho da região.

Um novo estudo, publicado esta semana na PLOS ONE, indica que a Chondria tumulosa, descoberta em 2016 por navios da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), ficou conhecida no ano passado, quando os cientistas se aperceberam que esta alga vermelha cobria grandes áreas subaquáticas.

A Chondria tumulosa, de origem desconhecida, distingue-se pelo seu grande tamanho: a alga forma “tapetes” com cerca de 20 centímetros de espessura que “sufocam recifes e corais inteiros, algas nativas e outros organismos”. Segundo o Science Daily, a sua propagação é semelhante à das ervas daninhas.

Os autores da nova investigação observaram que as áreas cobertas por esta nova variedade de organismos eucarióticos careciam de peixes e outras espécies marinhas que se alimentam de algas.

“Nunca vimos um problema tão importante quanto este, onde temos uma espécie irritante que entrou e fez mudanças muito profundas nos recifes de coral num curto período de tempo”, disse Alison Sherwood, professora da Universidade do Havai e principal autora do artigo científico.

Agora, a equipa vai mapear e proceder a uma análise molecular para desenvolver estratégias que têm como principal objetivo minimizar o efeito “destas algas altamente destrutivas”, que têm o potencial de cobrir “recifes inteiros”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.