Uma organização britânica que se dedica à chamada “terapia do olfato” dá algumas dicas de como ultrapassar este sintoma, um dos principais da covid-19.

A anosmia – perda total ou parcial do olfato – foi identificada como um dos principais sintomas da covid-19, com alguns infetados a experienciar uma perda prolongada deste sentido muito tempo depois de se terem recuperado.

Segundo o site IFLScience, para combater esta situação, alguns pacientes estão a recorrer à chamada “terapia do olfato”. No Reino Unido, uma das organizações que está a ajudar estas pessoas é a AbScent.

“Neste momento, temos provavelmente três vezes mais membros do que antes do aparecimento da covid-19”, disse a fundadora da instituição, Chrissi Kelly, em entrevista ao Business Insider.

“Comecei a notar o interesse das pessoas em março quando, de repente, me começaram a contactar nas redes sociais, de países como o Irão, Itália e Espanha. Agora, temos mais de sete mil membros nos nossos grupos do Facebook”.

De acordo com o mesmo site, esta terapia é, essencialmente, uma forma de fisioterapia para os sentidos olfativos, que tenta aumentar a sensibilidade dos nervos do nariz para que possam responder melhor a estímulos como, por exemplo, óleos essenciais.

Segundo Kelly, o tratamento envolve um “kit” com vários cheiros – como rosa, limão, cravinho e eucalipto – que o paciente tem de cheirar durante 20 segundos, duas vezes por dia, durante um período mínimo de quatro meses.

Se não tiver estes óleos em casa, pode substituí-los por outras substâncias que tenham, igualmente, um cheiro forte, como é o caso do café e das especiarias. A chave está no treino.

Outra boa notícia é que os pacientes infetados com anosmia prolongada ainda são uma minoria. dos casos. De acordo com um estudo feito em Itália, 90% das pessoas afetadas por este sintoma recuperaram-no cerca de um mês depois.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.