Início Cinfães Entrevista com Hélder Silva Vieira

Entrevista com Hélder Silva Vieira

COMPARTILHAR
Hélder Silva Vieira - Foto: Mario Taffarel

Em entrevista exclusiva para o Jornal Paivense, Hélder Silva Vieira, fundador da página de Facebook ‘Somos Cinfães’, que se tornou a maior de sua localidade, fala sobre alguns temas de interesse público como o papel da comunicação social no desenvolvimento de sua vila, projectos actuais e planos para desenvolvimento e divulgação da região, como o KM10 – bar construído na zona ribeirinha do Rio Paiva, que tem contribuído para o desenvolvimento local, do qual se orgulha fazer parte.

Qual o objectivo que inspirou o começo da página «Somos Cinfães»?

O objectivo era a divulgação da terra, das tradições, dos pontos de interesse, ou seja, de certa forma, tentar divulgar o melhor que temos na nossa terra e aproveitar a potencial das redes sociais. 

Temos grande parte das pessoas do concelho de Cinfães, estão emigradas, não têm acesso aos jornais locais e, assim, é uma forma de também continuarem próximos e actualizados sobre os diversos assuntos da nossa bela região. 

Lounge do KM 10 Lounge Bar, em Travanca – Foto: Mario Taffarel

Após o lançamento, quanto tempo demorou a se tornar uma referência?

  Em cerca de um mês conseguimos atingir quase mil seguidores. Entretanto, fomos crescendo com pequenos passos e, neste momento, concentramos cerca oito mil. Até ao final do mês, acredito que seja possível chegar à barra dos dez mil seguidores. É o objetivo estabelecido e, as pessoas de Cinfães também gostam, partilham, colaboram.

Então, diria que a página é uma meio de informação importante para a região. As pessoas conseguem beneficiar e criar uma conexão à terra através da actualizações da página?

Sim, não tenho a menor dúvida. Sou abordado muitas vezes com pedidos de colaboração para a divulgação de actividades, como as festas populares.

Uns dos objectivos da página é ajudar a promover a economia local, ou seja, não deseja criar ligações com as associações empresariais mas sim, ajudar o produtor local e o comércio local e, o feedback é positivo. Dizem que com a colaboração da página, como por exemplo, com a divulgação dos vinhos verdes e frutas produzidos na nossa região, conseguiram melhores resultados e assim, desenvolve a economia local.

Hélder Silva Vieira em entrevista ao Jornal Paivense no KM10 Lounge Bar, em Travanca

Como surgiu a ideia para a construção do «KM10»?

Eu nasci aqui ao lado do «KM10», os meus primeiros mergulhos foram aqui. Desde de miúdo que ouvia a promessa da construção do estabelecimento. Antigamente, era uma zona de floresta, parecia uma praia parasidíaca mas, não tinha bons acessos como actualmente.

Foi um projecto que iniciou no anterior mandato da Junta de Freguesia e ,concretizado no ano passado mas, em grande parte, deve-se à vontade do actual Presidente de Câmara Armando Mourisco. 

É um projecto fantástico e continuam a existir planos para o desenvolvimento do espaço, como a plantação de árvores e, brevemente, o lançamento de uma campanha de sensibilização com os mais jovens que incluirá, a recolha de lixo nas praias fluviais. Contudo, a poluição continua a ser um problema que afecta desde há algum tempo e, as pessoas continuam a não entender qual a importância do rio. O Rio Paiva é de todos e temos que defendê-lo.

Acredito que as associações existentes continuam a fazer o seu melhor mas, não é o suficiente. Infelizmente, continuamos a receber notícias sobre o problema. 

O Rio Paiva é um ex-libris da região e é visível que estamos a perdê-lo. 

Foto: Mario Taffarel

E quais são os projectos que existem para o melhor aproveitamento, não só do Rio Paiva mas, do potencial turístico da região?

Um dos projectos lançados é um roteiro das praias fluiviais e diversos pontos de interesse do concelho de Cinfães incluídos no Rio Paiva, Rio Bestança e o Ribeiro Sampaio, entre outros, com o intuito da promoção e divulgação para que as pessoas possam usufruir dos mesmos.

Actualmente, qual é a maior dificuldade que a comunidade, não só de Travanca mas também de Cinfães, enfrentam? E quais são as soluções possíveis, na sua opinião?

É um conhecimento comum que a nossa grande dificuldade são os acessos aos grandes centros urbanos mas, os problemas também abrangem outros planos como o saneamento e abastecimento de água. Durante estes últimos anos, estes problemas têm sido continuadamente contrariados com a construção de diversos ramais de saneamento e expansão da rede de abastecimento.

Área de convívio do KM 10 em Travanca, Cinfães

Gostaria de dedicar alguma mensagem para os Cinfanenses? 

Em relação ao futuro da página, podem continuar a acreditar no seu futuro. Enquanto estiver por cá, estarei a dar o meu contributo. Apelo a quem tem o interesse em contribuir com fotografias, vídeos e opiniões que sejam do interesse Cinfanense, serão sempre bem-vindos. 

Continuo a acreditar no potencial da nossa região e que ainda há muito para descobrir e, em prol desse objectivo, será necessário a apostar na divulgação, principalmente pelos meios de informação actuais como as redes sociais. 

Hoje você também desempenha a função de presidente da Assembleia da Junta de Freguesia de Travanca. Em um futuro próximo, pensa em concorrer a algum cargo político?  O que pode desvendar sobre o assunto?

Neste momento possuo, com muito orgulho, o cargo de Presidente da Assembleia da Freguesia de Travanca. Tenho todo o prazer de fazer parte, em conjunto com o actual Presidente da Junta Carlos Silveira e Presidente de Câmara Armando Mourisco, a vontade de continuar a contribuir para o desenvolvimento da nossa terra. 

Em relação à freguesia de Travanca, o lugar está bem entregue. O presidente da Junta, o meu amigo Carlos Silveira é um óptimo presidente. Acho que tem feito um ótimo trabalho. A nível de Câmara, está um lugar igualmente bem entregue.  No futuro, se o partido achar que eu serei uma mais-valia…é um caso a pensar. E se, acharem que é pertinente para a região, coloco-me à disposição. Mas no momento não tenho aspirações adicionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + eleven =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.