Logo paivense
Logo paivense

Costa comprou casa a idosos abaixo do valor de mercado e vendeu-a pelo dobro

António Costa tem feito vários negócios imobiliários em Lisboa, nomeadamente um que envolve uma casa adquirida a um casal de idosos, abaixo do preço de mercado, que vendeu dez meses depois pelo dobro do valor.

A notícia é divulgada pelo Observador que refere que o apartamento no Largo do Rato, em Lisboa, foi adquirido por 55 mil euros a um casal de idosos e que foi vendido, dez meses depois, por 100 mil euros.

O casal que vendeu o imóvel ao primeiro-ministro queixa-se de que lucraram “à custa” do “trabalho de uma vida” e diz que a mulher de António Costa, Fernanda Tadeu, alegou que a casa “era para a filha ficar a morar perto do café do irmão”.

Assim, o casal de idosos nota que acedeu a vendê-la apesar de “ter recebido propostas superiores a 55 mil euros”.

Um especialista imobiliário refere ao Observador que a compra do imóvel foi feita “em valores muito abaixo do mercado“.

António Costa explica ao Observador que o apartamento “com 40 m2 de área, foi adquirido pelo preço solicitado pela agência que o comercializava, a Remax, a mesma que no ano seguinte intermediou a sua venda equipada e mobilada, após pequenas obras de reparação”.

“Mesmo antes de ser reabilitada, valia no mínimo 3.000 euros por metro quadrado”, salienta um especialista ao Observador, realçando que a casa “valia, pelo menos, 120 mil euros” antes de ser comprada pelo primeiro-ministro.

O jornal também refere que o primeiro-ministro declarou a compra e venda do imóvel ao Tribunal Constitucional já fora do prazo legal. “Foram efectivamente comunicadas com atraso”, o que ocorreu “por lapso”, salienta Costa.

A publicação refere ainda que, entre Abril de 2016 e Abril de 2017, António Costa e a mulher fizeram quatro negócios imobiliários, envolvendo três habitações.

Além do tal apartamento no Largo do Rato, Costa e a mulher compraram ainda um apartamento na Estrada do Desvio, na freguesia de Santa Clara, em Lisboa, por 100 mil euros, que foi arrendado por 550 euros em Setembro de 2017, segundo o Observador.

Fonte: ZAP