Logo paivense
Logo paivense

CP diminui oferta de viagens por falta de comboios

Já no próximo mês de Agosto, a Comboios de Portugal vai reformular os horários, passando, inevitavelmente por uma redução da oferta, com menos comboios em praticamente todas as linhas e serviços.

A notícia, avançada nesta quarta-feira pelo jornal Público, dá conta que os comboios da CP estão avariados ou em muito mau estado. Neste momento, a situação da empresa de transportes é tão crítica que a empresa terá que diminuir o número de comboios em praticamente todas as linhas e serviços.

Em resposta à supressão de serviços, a CP vai substituir alguns comboios por autocarros e, noutras situações, substituirá comboios por outros de categoria inferior.

O jornal aponta que a empresa passa por uma dramática falta de material circundante e que as oficinas estão sem pessoal para efetuar a manutenção e reparação dos comboios, considerando ainda que a situação tenderá a piorar nos próximos meses com o período de férias das oficinas da CP e com uma maior procura por parte dos passageiros.

A falta de meios afeta serviços em todo o país, as ligações a Évora, Braga, Guimarães, mas também no Algarve, Alentejo ou na linha do Oeste tem registado supressões de viagens por falta de comboios para circular.

De acordo com o Público, em alguns casos, os passageiros são largados nas estações e apeadeiros, ficando depois a aguardar por soluções alternativas para chegar ao destino mas que acabam por não ser disponibilizadas.

Na linha do Oeste, por exemplo, os problemas têm-se multiplicado desde o início do ano. Entre janeiro e maio foram suprimidos 357 comboios, dos quais 333 na totalidade do trajeto e 24 parcialmente. Neste período, a CP gastou 16 mil euros em aluguer de autocarros para garantir transportes alternativos nesta linha.

Fonte: ZAP