Logo paivense
Logo paivense

Crónica: Ser-se jovem com noventa e sete anos

Fundado a seis de março de mil novecentos e vinte e um, na Associação dos Empregados de Escritório de Lisboa, bebendo os ideais de Marx, Engels e Lénine e tendo José Gonçalves Rates, como primeiro secretário geral, dava-se início ao Partido Comunista Português.

Os comunistas Portugueses, hoje, ao festejarem os 97 anos sentem uma grande admiração pelo legado democrático, de luta de valores, de união, de conquistas de direitos.

Hoje, em análise histórica, pese alguns equívocos, há uma grande vontade de contrariar um dos predicados comunistas, aquele que não valoriza o culto de personalidade, e erigir um enorme monumento ás dezenas,centenas, milhares de comunistas que nestes quase cem anos de vida corporizaram este sentido de vida feito, todo ele, de entrega à condição humana.

Hoje como ontem, e num apelo à coerência dos ideais defendidos na Associação dos Empregados de Escritório de Lisboa,reforçando os conceitos de luta, luta que evite que uma grande franja de Portugueses, não encontre no suicídio a saída dos seus problemas.

Pelo direito à saúde, trabalho, habitação, ensino…

Pode ser-se jovem aos noventa e sete anos se se colocar metas de igualdade como princípio a atingir!

Autor: Manuel Vieira


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para info@paivense.pt ou por mensagem em nossa página no Facebook