Início Crónicas Crónica: Solidariedade ou xenofilia

Crónica: Solidariedade ou xenofilia

Divulgação
Passei a acreditar que algumas nações são xenófilas, não consigo encontrar uma outra explicação para que uma nação com problemas a resolver do próprio povo, sinta a necessidade de se exaltar e orgulhar-se de ajudar os de fora.

Muito recriminaram os ultra-nacionalistas, mas onde está a recriminação aos xenófilos?

Uma política que visa, primeiro, olhar os descendentes, para completar uma nação em que o sangue determina a vontade de fazer desenvolver essa política e mostrar ao mundo a sua soberania. É de concreto o que precisa para melhorar o solo em que amamos pisar.

Não estou aqui a dizer que devemos fechar os olhos para os que necessitam, estou a dizer que devemos abrir os olhos aos nossos, que necessitam também.

Há nações soberanas que podem prometer um melhor exílio, já que os deles não precisam. Assim aproveitamos esse tempo exercido para olhar os nossos que estão a viver nas ruas de Lisboa, Porto e aos que emigraram e estão a sofrer o descaso. Emigraram por que aqui não havia esperança, então daremos esperança para que nesta terra fiquem e se orgulhem.

Xenófilo – pessoa que tem simpatia por estrangeiros e pelo que é estrangeiro

Fabiano de Abreu 


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para info@paivense.pt ou por mensagem em nossa página no Facebook 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

four × 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.