Manuel Vieira - Facebook

Por: Manuel Vieira

O desporto é-nos apresentado, de um modo geral, como filosofia de vida que per si nos transforma, melhorando os nossos comportamentos. Será?

Assisti durante algum tempo, via tv, à gala do futebol deixei-me levar e maravilhado senti muito,muito orgulho de ser contemporâneo de ilustre gente que transformou Portugal.

Como muitas vezes acontece, comigo, o enlevo durou pouco, dando lugar, antes, trazendo-me à realidade, maldita realidade que destrói, envelhece precocemente jovens com pouco mais de trinta anos, cega ídolos ao desligar-lhes os holofotes quando outros ídolos emergem.

O estrelato é efémero dir-me-ão e todos o sabem-sei que sim-mesmo assim não posso deixar de pensar em todos a quem venderam a ilusão do sucesso que conduz à imortalidade.

O desporto forma!

O desporto socializa!

O desporto mobiliza!

O desporto promove a saúde!

Tudo verdade, contudo a profissionalização da actividade desportiva, pode não ser tão benéfica como muitos apregoam e são conhecidos muitos casos de doença, exclusão, culminando com o fim prematuro do indivíduo porque há o outro lado.

LEIA MAIS: Mais de 150 idosos assinalaram hoje o Dia do Pai com convívio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seven − two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.