DI
É ao som de violinos…
Que me entrego…
Me entrelaço em teu corpo…
Me dou conta…
Que cada acorde é…
Um sublime toque teu…
Sinto -me em ti…naufragar…
Perdida na melodia…
Do teu abraçar…
Quero-te mais a cada…
Subida de tom…
Cada nota tocada…
Sentir-me entrosada…
Entre amor…e…paixão…
Dois corpos dançando…
Rejubilando…ao mesmo som…
Decifrando…um ao…outro…
Terminando… em exaustão…
Numa sinfonia… unida…
Dando-se a…explosão…
Tornando-nos dois seres…
Em plena união…
Carla Matos

  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para info@paivense.pt ou por mensagem em nossa página no Facebook 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 + 19 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.