Manuel Vieira – Presidente do Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva
Que motivações haverão que justifiquem a agressão a criança de ano e meio?
Segundo a imprensa em Vila Franca de Xira, um bebé de dezoito meses terá sido brutalmente agredido pelo padrasto.
Casos como este têm ocorrido em número elevadíssimo o que nos deve preocupar e levar à tomada de medidas preventivas porque as punitivas são inconsequentes para a vítima.
Em primeira estância, quando os progenitores de uma criança se separam devem os mesmos tomar atenção a quem ficará com a responsabilidade directa de cuidar, educar, proteger.
Este educar, cuidar, proteger, torna-se mais criterioso quando o/a responsável assume uma nova ligação amorosa, será necessário perceber-se o perfil psicológico de quem se introduz no seio familiar, uma família com descendentes.
A mãe deste bebé de ano e meio, o pai deste bebé, são incompetentes, a confirmar-se a agressão, no papel de pais, já o suposto padrasto que deveria amar o bebé porque filho da mulher que escolhera, e não o odiar por ser filho do homem que conhece todos os sinais corporais que a, agora, sua mulher possui, merece o nosso desprezo;  também que criemos mecanismos de detecção e vigilância sobre as crianças e adolescentes que devido à inclusão de um novo elemento, elemento de substituição, ficam sujeitas a desequilibrados mentais que por ciúme perpetram horríveis crimes sobre seres que só devem ter Amor paternal.

 

Manuel Vieira 


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para info@paivense.pt ou por mensagem em nossa página no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two × 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.