Início Crónicas Crónica: É ao Capital que agrada Mário Centeno

Crónica: É ao Capital que agrada Mário Centeno

Crónica de Manuel Vieira. Os textos são de inteira responsabilidade dos autores.

COMPARTILHAR
Crónica de Manuel Vieira: o texto e seu conteúdo é de responsabilidade exclusiva dos autores
Ao ouvir a nota de que Mário Centeno havia sido eleito o melhor ministro das finanças da zona euro, ocorreu na minha mente vários considerandos.
Na minha adolescência quando adquiria algo para usar e merecia a aprovação dos meus progenitores era certo não ser adequado ao meu escalão etário.
Bolsonaro, na tomada de posse foi dizendo que o Brasil, deve preservar as linhas orientadoras da cultura judaico/cristã. Bom, Jesus, parece ter defendido que não se podem servir dois senhores ao mesmo tempo.
Mário Centeno, no mesmo dia em que os noticiários se regozijavam por ele, ouvia que o deficit atingia valores elevados.
O que esteve/está por detrás desta distinção? Se Portugal tem mais de quatro mil sem abrigo, se metade da população não se auto-sustenta, se uma boa parte dos portugueses vivem enclausurados nas masmorras do capital, pois o capital, a sua insensibilidade ao ser, pois, é ao capital que agrada Mário Centeno, que se dane quem fique sem chão os senhores da mala tem-na recheada e gostam muito de Portugal e do nosso/ seu ministro das finanças.
Manuel Vieira – Presidente do Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva
Manuel Vieira 

  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para info@paivense.pt ou por mensagem em nossa página no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 − eight =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.