Início Cultura Cláudia Pascoal vence Festival da Canção e leva “Jardim” à Eurovisão

Cláudia Pascoal vence Festival da Canção e leva “Jardim” à Eurovisão

Cláudia Pascoal ganhou esta noite a final do Festival da Canção, em Guimarães, com o tema “O jardim”, e vai representar Portugal no Eurovisão, que se realiza em maio em Lisboa, sucedendo a Salvador Sobral como representante nacional no certame.

“O jardim”, da autoria de Isaura, foi a canção mais pontuada, por acumulação de votos atribuídos pelo júri regional e pelo público através de televoto. Na final deste domingo, transmitida em direto pela RTP1, a partir do Pavilhão Multiusos de Guimarães, competiam 14 concorrentes.

Cláudia Pascoal vai assim representar em maio Portugal no Festival da Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Lisboa depois de Salvador Sobral ter vencido em 2017 a competição com “Amar pelos dois”.

A cantora de Gondomar, de 23 anos, tinha ficado em segundo lugar na segunda meia-final, atrás de Diogo Piçarra, que entretanto desistiu da competição.

Na final desta noite, a música de Cláudia Pascoal, composta por Isaura, ficou em segundo lugar na votação dos júris regionais, recebendo 10 pontos, e foi a mais votada no televoto do público, no qual recebeu os 12 pontos.

“Jardim” somou no total 22 pontos, a mesma pontuação obtida pela canção “Para Sorrir Eu Não Preciso de Nada” de Catarina Miranda. Em caso de empate, ditam as regras que prevalece o voto do público, pelo que Cláudia Pascoal se sagrou vencedora do Festival da Canção 2018.

Cláudia Pascoal vai agora representar Portugal no Festival da Eurovisão, que se realiza em Lisboa nos dias 8, 10 e 12 de maio. Enquanto vencedor da última edição, Portugal organiza o espetáculo deste ano e tem acesso direto à final de dia 12 de maio.

Homenagem a Simone

A edição deste ano do Festival da Canção ficou marcada por uma muito aplaudida homenagem a Simone de Oliveira. Acompanhadas por Nuno Feist ao piano, Aurea e Marisa Liz deram voz a canções de Simone, num tributo que terminou com a própria homenageada, aos 80 anos, a subir ao palco para cantar a “Desfolhada”.

Sem prejuízo do talento da vencedora desta noite e das excelentes prestações de Áurea e Marisa Liz, após a atuação da homenageada não faltaram vozes a defender que talvez não fosse má ideia ser a própria Simone a representar o nosso país na edição deste ano do Festival Eurovisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

12 − 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.