Originários da aldeia do concelho de Macedo de Cavaleiros, no distrito de Bragança, os caretos de Podence podem ser distinguidos pela UNESCO e se tornar património da humanidade.

Todo ano a tradição se repete na altura do carnaval. Os fatos coloridos de franjas vermelha, verde e amarela, assim como os chocalhos à cintura, um cajado e as máscaras de latão transformam, quem os veste em figuras emblemáticas, que dão saltos, gritos e provocam as raparigas.

Agora indícios apontam que esta tradição começou bem cedo, com as primeiras civilizações que habitavam a região. Há registos destes rituais no Paleolítico, segundo sociólogos.

Agora com a candidatura à património da humanidade, os rituais dos caretos da aldeia de Podence saltam para o mundo. O reconhecimento da UNESCO possivelmente trará mais gente à região.

António Carneiro, presidente da Associação dos Caretos de Podence, enxerga que crescimento e a distinção traz consigo também uma grande responsabilidade: “Porque daqui a quatro anos, o comité da UNESCO vem verificar se está tudo de acordo com a candidatura que fizemos. É uma grande responsabilidade”.

Turistas de várias partes do mundo já visitam Podence para conhecer a tradição dos Caretos. Mas agora, caso seja confirmada a distinção, há de ser diferente, para melhor, com maior fluxo de turistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two × 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.