Logo paivense
Logo paivense

Descobertos vários sarcófagos do período romano no Egito

Ministério das Antiguidades do Egito

O Ministério de Antiguidades do Egito anunciou esta semana a descoberta de uma coleção de sarcófagos na cidade de egípcia de Damietta, localizada na costa do Mediterrâneo, pertencente ao período romano da história do país.

Em comunicado, Ministério revela que no sítio arqueológico de Tel el Deir foram encontrados vários sarcófagos de argila, vermelhos e cilíndricos. Estes sarcófagis são decorados com desenhos, alguns dos quais representam características humanas claramente visíveis, como narizes e bocas.

Outros objetos, por sua vez, têm gravuras de linhas e formas geométricas. O Governo egípcio detalha ainda que foram encontrados também restos mortais.

Além destes achados, a missão arqueológica encontrou na área fragmentos de mais de 700 vasos de cerâmica, amuletos de diferentes formas e cinco anéis de ouro. Entre os anéis, três têm gravado um cacho de uvas, o símbolo do deus grego Dionísio e do deus romano Baco.

Ministério das Antiguidades do Egito

Há cerca de duas semanas atrás, o Egito anunciou a descoberta de um túmulo intacto de 4.400 anos, que pertencia a um alto funcionário da V dinastia. No interior do túmulo, foram encontradas 45 estátuas de pedra representando o oficial e a sua família. Nas paredes do túmulo foram identificadas pinturas “excecionalmente bem preservadas”.

O Egito tem vindo a publicitar as novas descobertas na esperança de reanimar o setor do turismo, que ainda está a recuperar da turbulência ocorrida após a revolta de 2011 que derrubou o ditador de longa data Hosni Mubarak.