Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 1,4 mil milhões de adultos no mundo não praticam actividades físicas regularmente como deveriam. Para além disto, o número de crianças com idade inferior a cinco anos com sobrepeso também é alarmante: mais de 41 milhões, de acordo em 2016. Como como consequência, temos um alto índice de sedentarismo, que infelizmente coopera para o desenvolvimento de doenças.

Para um investidor do segmento fitness, estes dados são bons números a serem levados em consideração, já que os centros de treinamentos, ginásios, boxes e clubes estão lotados praticamente todo o ano. A ter em conta que a saúde é um factor primordial para a vida, é presumível que se tenha um mercado consumidor em grande escala para este serviço.

Mas, infelizmente nem tudo são flores quando se trata de investimentos neste sector. Por conta da pandemia da covid-19 que o mundo está a sofrer neste ano de 2020 e o encerramento temporário dos ginásio, tanto os profissionais independentes quanto as grandes franquias que dominam o mercado fitness precisaram se reinventar durante todo esse caos e incerteza.

Acompanhamento e treinos online

Para atender à demanda dos novos tempos, está em alta um mercado que já vem em uma forte crescente no Brasil por conta da influência dos EUA, e que também está a ter grande avanço em diversos países europeus que é o acompanhamento online.

Entre os profissionais que se destacam neste segmento e estão a ganhar relevância internacional, está o brasileiro Tauan Gomes, de Duque de Caxias, região metropolitana da cidade do Rio de Janeiro: “Quando comecei a minha carreira de treinador físico, lá em 2011, me incomodava ver pessoas entrando e saindo dos ginásios pelos mesmos motivos. Então resolvi investir em desenvolver um método que realmente as motivasse e trouxesse resultados. Hoje essa motivação e acompanhamento pessoal precisa acontecer online, em consideração à situação que estamos a viver.”

Agora, gravar vídeos de treinos não é um trabalho exclusivo das blogueiras e tem sido cada vez maior o número de profissionais que estão a aderir a esta modalidade de ministrar aulas e acompanhar os clientes: “Com isso, o acompanhamento online por um Personal Trainer passou a ser visto com muito bons olhos. Muitas pessoas que frequentavam os ginásios, começaram a perceber que também é possível treinar e conseguir bons resultados em casa. O lado bom é que a influência do acompanhamento online só cresceu. Os ginásios não estão mais lotadas como antes, mas os resultados continuam a aparecer”, refere o treinador físico.

Tauan Gomes

Um novo normal

O treinador físico explica seu objetivo ao transportar as suas aulas presenciais para a internet: “Meu foco nessa minha caminhada, onde pude transformar a vida de centenas de atletas, sempre foi ensinar cada um a ter a autonomia dentro de qualquer centro de treinamento. Afinal, eu quero entregar um estilo de vida novo através de treinos e mostrar que a pessoa é capaz de alcançar sua meta, seja ela qual for. O meu objetivo é desprender os meus alunos de muitos mitos e traumas sobre o exercício físico. É possível ter um estilo de vida saudável cuidando do seu corpo, fazendo exercícios curtos e onde você quiser.”

O treinador e personal trainer, que além da licenciatura em educação física tem formação internacional pela International Coaching and Leaders Association, utiliza técnicas de motivacional e coaching para um melhor aproveitamento dos alunos na modalidade online: “pude reunir todas as ferramentas necessárias para criar uma metodologia completa na qual a constância de treinos e os resultados dos meus alunos tem sido cada vez mais duradouros. Hoje atuo 100% na área online. Os resultados positivos estão aumentando cada vez mais e confirmando que é possível aprender a ser independente e treinar onde preferir, além disso, é possível passar a gostar de se cuidar e se sentir cada vez mais motivados nesse processo.”

Tauan Gomes

Empecilhos para um melhor acompanhamento online

Tauan Gomes ressalta quais são, nomeadamente, as principais dificuldades enfrentadas pelos alunos em relação aos treinos:

  1. Falta de motivação/foco: A não ser que você seja um fanático por ir ao ginásio, ficar carregando um papelzinho que na maioria das vezes tem o mesmo treino de outros alunos é BEM DESMOTIVADOR.
  1. Falta de ter um acompanhamento de qualidade: Isto tem como consequência também a falta de resultados significativos. Infelizmente, via-se muito nos salões dos ginásios uma falta de compromisso por parte dos profissionais com as pessoas que realmente precisavam de motivação.

Saiba mais sobre o profissional nas redes sociais e acompanhe suas dicas para treinos em casa:

Instagram / Facebook @xconceptoficial
Instagram / Facebook @tauangomes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + 20 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.