Logo paivense
Logo paivense

Diretora do FMI acredita que o mundo vai crescer acima de 5,5% este ano

Em virtual dos 20 países mais ricos mundo nesta sexta-feira, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse que os avanços nas vacinas contra a Covid-19 e ações fortes monetária e fiscal farão com que o mundo esteja “no caminho da recuperação”.

Seu otimismo é tanto que ela acredita que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2021 pode superar os 5,5% projetados em janeiro. Mesmo assim, ela também destacou que ainda há incertezas no cenário mundial.”As incertezas continuam muito elevadas, já que as vacinações ainda têm um longo caminho pela frente, diante de novas ondas e variantes do vírus”, afirmou.

Ela também destacou uma “preocupante divergência” entre distintos países e também dentro de cada economia, no quadro atual, com os emergentes, exceto a China, mostrando mais fraqueza, enquanto entre os grupos os jovens e com menos qualificação, bem como as mulheres, são atingidos de modo desproporcional com a perda de empregos.

No seu pronunciamento durante a reunião, também solicitou a aceleração da vacinação pelo mundo, sendo este “o apoio mais impactante para a recuperação”, ao defender parcerias para acelerar a produção e garantir a disponibilidade dos imunizantes “o mais rápido possível”.Uma das maneiras de ajudar os países, segundo a diretora-gerente do FMI, é oferecendo crédito para empresas e famílias, a partir das circunstâncias de cada país, até que este momento de crise sanitária seja superada. “E preparem-se para os riscos e consequências inesperadas conforme o apoio político for gradualmente retirado”, apontou. “Nós devemos ter aumentos nas falências e nos estresses financeiros, inclusive excessiva volatilidade nos mercados financeiros.”Ela também defendeu mais apoio aos países mais pobres, e ainda destacou que o FMI apoia a proposta do comando do G-20 de combater riscos climáticos e considerar um imposto para o meio ambiente.