Logo paivense
Logo paivense

GNR detém em Penafiel dois suspeitos de violência doméstica

A GNR anunciou hoje ter detido em Penafiel dois homens suspeitos de violência doméstica, um dos quais ficou em prisão preventiva.

A primeira detenção ocorreu no âmbito de um inquérito relacionado com violência doméstica, em que o suspeito, de 45 anos, “desrespeitou as medidas de coação impostas pelo tribunal, nomeadamente, a proibição de contactos com a ofendida e a sujeição a tratamento para desabituação de bebidas alcoólicas”.

Segundo um comunicado da autoridade, o suspeito foi sujeito a primeiro interrogatório judicial, tendo sido determinada a aplicação de pulseira eletrónica não privativa da liberdade, “de modo a impedir que o mesmo volte a aproximar-se da vítima”.

A segunda detenção envolveu um homem de 49 anos que já estava sob investigação por violência doméstica. O suspeito foi detido “depois de ameaçar a mulher e os filhos, obrigando-os a fugir de casa”.

Segundo a GNR, os agentes de autoridade foram alertados para a situação e deslocaram-se “ao local em auxílio das vítimas”. Nesse momento, acrescenta a polícia, o alegado agressor ameaçou os filhos, tendo sido detido de imediato.

O Tribunal Judicial de Marco de Canaveses determinou que o arguido aguarde julgamento em prisão preventiva.

O suspeito, assinala-se também no comunicado policial, “já havia sido detido em dezembro de 2017, pelo mesmo motivo”.

Este último suspeito, acrescenta ainda, já havia sido detido em dezembro de 2017 pelo mesmo motivo. Após ser presente ao Tribunal Judicial de Marco de Canaveses, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.