Início Economia Empresa que facturou 16 milhões tem sede num casebre sem luz

Empresa que facturou 16 milhões tem sede num casebre sem luz

COMPARTILHAR

epSos.de / Flickr

Uma empresa que facturou 16 milhões de euros em 2012 tem como sede uma casa em ruínas, sem electricidade e quase sem janelas, em Mira. Suspeita-se da ligação a uma fraude fiscal com a exportação de ouro.

O caso foi divulgado pelo Jornal de Notícias (JN) na sua edição online e pelo Expresso que avançam que a empresa Pérolas em Movimento facturou 16 milhões de euros em 2012, apesar de ter como sede um pequeno casebre em Mira, sem água, sem luz, quase sem janelas e com o telhado a cair.

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) acredita que a empresa terá sido criada para emitir facturas falsas para a empresa exportadora de ouro Goldropa que está a ser investigada por suspeitas de fraude fiscal.

Com sede no Porto e instalações em Gondomar, a Goldropa exporta ouro para países como Espanha, Itália e Bélgica. O Ministério Público acredita que a empresa pôs em marcha um esquema para fugir aos impostos e obter reembolsos indevidos de IVA, bem como para encobrir a compra de ouro sem recibos.

O DCIAP aponta o dedo a um ourives de Lisboa que terá criado três empresas de fachada que, entre 2011 e 2012, terão emitido cerca de 34 milhões de euros em facturas falsas. A Pérolas em Movimento será uma delas.

Outra das empresas será a Oxipartículas que terá sido criada pelo ourives em nome de uma cidadã brasileira que não tem qualquer património em Portugal, não apresentando sequer declarações de IRS desde 2009. Esta empresa terá emitido 17 milhões de euros em facturas.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.