Início Economia Depois do BPI, BCP também vai cobrar pelas transferência por MB Way

Depois do BPI, BCP também vai cobrar pelas transferência por MB Way

COMPARTILHAR

São já dois os bancos que vão começar a cobrar comissões pelas transferências MB Way. Depois do BPI, o Millennium BCP atualizou esta segunda-feira o seu preçário.

Agora, o banco vai passar a cobrar 52 cêntimos (incluindo imposto do selo) aos clientes que utilizem a aplicação própria do banco, e 1,248 euros aos que utilizarem a app MB Way, criada pela SIBS, a gestora do Multibanco e comum a todos os bancos.

A atualização, avançada pelo Jornal de Negócios, será aplicada a partir de 17 de junho, e deixa de fora parte dos clientes, como os que têm contas Programa Prestige, Programa Prestige Direto, Portugal Prestige, Cliente Frequente ou Millennium GO!. Os clientes com até 23 anos também ficam isentos. Segundo fonte oficial do banco, “as isenções abrangem mais de 50% dos clientes da instituição”.

As duas comissões agora anunciadas serão cobradas nas transferências para contas domiciliadas noutros bancos, mas também entre contas Millennium.

Em fevereiro, e com efeitos a partir de maio, o BPI anunciou a cobrança de 1,20 euros (1,248 euros com imposto de selo) para os clientes que não usem a app BPI ou a BPI Net, e não tenham a Conta Valor. Fora deste universo, a cobrança de 1,20 euros será feita mesmo que as transferências sejam feitas dentro do banco.

Com o comissionamento destas transferências, isentando algumas contas, os bancos criam mais um incentivo para agregar os clientes nas chamadas “conta pacote”, que juntam vários serviços por um custo único.

Boa parte dos bancos já estão preparados para cobrar pelo serviço, mas apenas este dois anunciaram que o vão fazer. O MB Way, aplicação que dispensa o uso físico de cartões de débito e de crédito, tem conquistado um número crescente de utilizadores.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

three × 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.