Início Economia Há moedas de dois euros a valer mais de 2.000

Há moedas de dois euros a valer mais de 2.000

COMPARTILHAR

Há moedas de dois euros avaliadas até 50 vezes o seu valor. Alguns exemplares estão à venda em plataformas online.

São moedas comemorativas e de edição limitada. Ainda assim, foram cunhadas cerca de vinte mil exemplares, o que quer dizer que algumas ainda andam em circulação, de acordo com o Dinheiro Vivo.

Segundo o Banco Central Europeu, cada país da área do euro pode emitir duas moedas comemorativas de dois euros por ano. As moedas comemorativas têm os mesmos elementos e propriedades, bem como a mesma face comum, que as moedas de dois euros normais. O que as distingue é o desenho comemorativo exibido na face nacional.

As moedas comemorativas têm curso legal no conjunto da área do euro, podendo – e devendo – ser aceites como qualquer outra moeda de euro. A maioria comemora o aniversário de acontecimentos históricos ou assinala eventos atuais de relevância histórica. A primeira moeda comemorativa de dois euros foi emitida pela Grécia, por ocasião dos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004.

As mais valiosas, a valer mais de 2.000 euros, marcam o 25.º aniversário da morte da princesa Grace Kelly do Mónaco. Mas há mais moedas de dois euros avaliadas até 50 vezes o seu valor.

O desenho e a emissão das moedas são da responsabilidade de cada um dos países da área do euro. Tal como acontece com as moedas normais, o papel do BCE relativamente às moedas comemorativas consiste em aprovar o volume máximo que pode ser emitido por cada país.

Foram já emitidas quatro moedas comemorativas conjuntas: em março de 2007, para celebrar o 50.º aniversário do Tratado de Roma; janeiro de 2009, para assinalar o 10.º aniversário da União Económica e Monetária; janeiro de 2012, para comemorar o 10.º aniversário das notas e moedas de euro; e agosto de 2015, para celebrar o 30.º aniversário da bandeira da União Europeia.

Só é permitida a emissão de moedas comemorativas de dois euros. Em casos excecionais, é permitido que seja emitida uma terceira moeda no mesmo ano, desde que se trate de uma emissão conjunta e comemore acontecimentos relevantes para toda a Europa.

O valor real é subjetivo, quanto menor for a sua cunhagem mais vale a moeda, ou então porque colecionadores ou especialistas acreditam no seu valor histórico e singularidade. Alguns exemplares estão à venda em plataformas online.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seventeen + fourteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.