Início Economia O último Carocha saiu hoje da fábrica. Volkswagen acaba com o Beetle

O último Carocha saiu hoje da fábrica. Volkswagen acaba com o Beetle

O mítico Carocha viu a sua produção começar em 1938. 81 anos depois, o último Volkswagen Beetle da terceira geração saiu hoje da fábrica no México.

COMPARTILHAR

Na manhã desta quarta-feira, saiu da linha de montagem da fábrica em Puebla, no México, o último Volkswagen Beetle da terceira geração, com destino ao museu da empresa, em Wolfsburgo, na Alemanha.

Segundo o Observador, o eterno Carocha esteve em produção desde 1938 e com mais de 21,5 milhões de unidades fabricadas ao longo destes 81 anos. Teve três gerações, mas nenhuma com o impacto da primeira, que se manteve até 2003.

Antes que o modelo “clássico” desaparecesse, a Volkswagen tratou de garantir a sua continuidade com o New Beetle. A segunda geração foi fabricada entre 1997 e 2011, ano em que foi introduzida a terceira e atual geração, denominada de Beetle.

Em setembro do ano passado, a empresa alemã anunciou que ia “matar” o mítico modelo. “A perda do Carocha, depois de três gerações e mais de sete décadas, deverá provocar todo um conjunto de emoções aos muitos fãs devotos”, disse na altura o presidente executivo da Volkswagen da América do Norte, Hinrich Woebcken.

A Volkswagen não deixa de lado a possibilidade de um dia vir a produzir a quarta geração deste modelo, no entanto, assegurando que isso só fará sentido se tirarem partido da plataforma modular MEB, projetada especificamente para elétricos, e o que permitiria ainda voltar a dotar o Beetle com tração traseira.

Ao fim de oito décadas, como recorda o Jornal Económico, o Carocha chegou ao fim de uma longa estrada. Foi idealizado durante a Alemanha nazi, mas o projeto só ganhou força no pós-guerra, tornando-se um símbolo do renascimento económico da Alemanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

three + eighteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.