Início Economia Santander começa a cobrar transferências pelo MB Way a 10 de setembro

Santander começa a cobrar transferências pelo MB Way a 10 de setembro

O Santander Totta anunciou, esta segunda-feira, que vai começar a cobrar as transferências pelo MB Way a partir de 10 de setembro.

De acordo com o jornal ECO, o Santander Totta marcou para 10 de setembro o arranque da cobrança pelas transferências MB Way aos seus clientes. O custo difere se as operações forem feitas pela app Santander ou pela app MB Way, podendo variar entre os 46,8 e os 93,6 cêntimos.

O banco só deixa de fora destes encargos os jovens e os universitários (cartões Stream e Maestro Jovem, #U, #Global U) e os clientes com a solução integrada Mundo 123 (vulgarmente designada como contas pacote), independentemente da aplicação usada.

Nos restantes cartões, avança o jornal, há isenção deste encargo nos casos em que sejam realizadas no limite três transferências por mês de montante até 50 euros, mas desde que estas sejam efetuadas através da aplicação do banco.

Acima desse número de transferências mensais e sempre que se tratem de operações com um valor individual superior a 50 euros, é aplicada uma comissão de 46,8 cêntimos por operação, a quem utilize a app Santander.

A todos os restantes clientes que não se encaixem nesses casos e que realizem transferências através da app MB Way é aplicada uma comissão de 93,6 cêntimos por cada transferência.

No início de maio, o presidente do Santander, Pedro Castro e Almeida, já tinha indicado que era intenção do banco passar a cobrar por estas transferências, mas sem indicar valor nem a data.

O Santander Totta junta-se agora ao grupo de bancos que já cobram por estas transferências, entre eles o BPI, o Millennium BCP e o Crédito Agrícola. Até agora, apenas a Caixa Geral de Depósitos e o Novo Banco ainda não aplicaram ou anunciaram a intenção de começar a cobrar pelo MB Way.

O MB Way é uma aplicação para telemóveis que permite efetuar compras, pagamentos ou transferências de dinheiro sem ser necessária a utilização física de cartões de débito e de crédito. Foi desenvolvida pela SIBS, empresa detida pelos bancos e gestora da rede multibanco, tendo atualmente mais de 1,25 milhões de utilizadores.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

one × one =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.