Início Economia Eurobic corta relação comercial com entidades ligadas a Isabel dos Santos

Eurobic corta relação comercial com entidades ligadas a Isabel dos Santos

Manuel Araújo / Lusa

Isabel dos Santos

O Eurobic anunciou, esta segunda-feira, que cortou a relação comercial com entidades e pessoas ligadas à empresária angolana Isabel dos Santos.

O Conselho de Administração do EuroBic deliberou “encerrar a relação comercial com entidades controladas pelo universo da acionista Eng.ª Isabel dos Santos e pessoas estreitamente relacionadas com a mesma”, pode ler-se num comunicado divulgado hoje pelo banco.

A entidade, presidida pelo ex-ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, tomou a decisão “na sequência dos eventos mediáticos suscitados pela divulgação de informações reservadas relativas à Eng.ª Isabel dos Santos — apresentadas internacionalmente como Luanda Leaks“.

O EuroBic indica ainda “a perceção pública de que este Banco possa não cumprir integralmente as suas obrigações pelo facto de a Eng.ª Isabel dos Santos ser um dos seus acionistas de referência” como motivo para o corte de relações comerciais.

O banco adianta ainda que “os pagamentos ordenados pela cliente Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) à Matter Business Solutions respeitaram os procedimentos legais e regulamentares formalmente aplicáveis” no que concerne à prevenção de branqueamento de capitais.

De acordo com a SIC Notícias, a empresária angolana está a ser pressionada para sair do banco, do qual detém mais de 40% do capital. O canal televisivo adianta que o Banco de Portugal (BdP) quer a alteração da estrutura acionista do Eurobic e já criou um grupo de trabalho para avaliar a situação, tendo já pedido mais informações a esta instituição bancária sobre as transferências para o Dubai.

“Em função da avaliação da informação recebida, o Banco de Portugal retirará as devidas consequências, nomeadamente em matéria prudencial e contraordenacional”, pode ler-se num comunicado divulgado pelo supervisor.

No mesmo documento, o banco central afirma que “pediu ao EuroBic informação que permita avaliar o modo como a referida instituição analisou e deu cumprimento aos deveres a que está sujeita em matéria de prevenção de branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo (BCFT)”.

O Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação (ICIJ), que integra vários órgãos de comunicação social, entre os quais o semanário Expresso e a SIC, revelou mais de 715 mil ficheiros que detalham esquemas financeiros de Isabel dos Santos e do marido, Sindika Dokolo, que estarão na origem da fortuna da família.

As informações recolhidas detalham, por exemplo, um esquema de ocultação montado pela empresária na petrolífera estatal angolana Sonangol, que lhe permitiu desviar mais de 100 milhões de dólares, 90 milhões de euros, para o Dubai.

Esta segunda-feira, a PricewaterhouseCoopers (PwC) anunciou “pôr fim à sua relação profissional existente com entidades controladas por membros da família de José Eduardo dos Santos”. O Fórum Económico Mundial, que arranca esta semana em Davos, também já riscou o nome de Isabel dos Santos da lista de convidados.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

eighteen − six =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.