António Cotrim / Lusa

A esposa de Joe Berardo, Carolina Berardo, requereu o levantamento de uma penhora da Caixa Geral de Depósitos (CGD) a um depósito bancário do empresário madeirense no Banco Santander Totta.

Em causa está um depósito de 5.158 euros que foi penhorado devido a uma dívida de mais de 50 milhões, detalha o Correio da Manhã que avança a notícia esta segunda-feira.

Carolina Berardo alega que é dona da metade deste montante, pedindo por isso que a penhora do banco público seja levantada na sua quota-parte da quantia total.

“No que concerne ao depósito bancário no valor de 5.158 euros, a mulher do requerido José Berardo, Carolina Berardo, intentou já embargos de terceiro, alegando ser titular de metade desse valor e requerendo o levantamento da penhora sobre a sua quota-parte”, refere o acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa datado de 21 de abril

O mesmo acórdão consultado pelo matutino revela ainda que, visando recuperar a dívida de Berardo, a Caixa tentou penhorar os salários deste nas 43 empresas em que exerce cargos sociais, incluindo a Bacalhôa — Vinhos de Portugal, a Fundação de Arte Moderna e Contemporânea Coleção Berardo e ainda a Metalgest.

As empresas, por sua vez, garante que Berardo “não aufere qualquer remuneração”.

“Estas entidades notificadas informaram que o requerido José Berardo não aufere qualquer remuneração como contrapartida pelo desempenho de funções enquanto membro dos seus órgãos sociais, reagindo negativamente à penhora”, indica o mesmo acórdão.

Ainda de acordo com o Correio da Manhã, o acórdão refere também que Joe e Carolina Berardo estão casados em regime de separação de bens.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 − three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.