Início Economia Valor do subsídio de desemprego sobe em abril para o valor mais...

Valor do subsídio de desemprego sobe em abril para o valor mais alto em 15 anos

Rodrigo Antunes / Lusa

O valor médio mensal do subsídio de desemprego atingiu os 514,4 euros em abril, o mais elevado em pelo menos 15 anos, avança o Expresso.

De acordo com o semanário, que avança os valores nesta quinta-feira, apesar deste montante estar abaixo do salário mínimo nacional, trata-se do número mais alto da série de dados mensais da Segurança Social que está disponível e que teve início em 2005.

Os mesmo valores mostram que foi durante os anos da troika que se tinham registaram os valores médios mensais mais altos de apoio aos desempregados, com 510,2 euros, em maior de 2013, e 509,6 euros, em outubro de 2011.

Os dados relativos a abril deste ano, que incluem todas as prestações sociais de desemprego – subsídio social de desemprego inicial, o subsídio social de desemprego subsequente, o prolongamento de subsídio social de desemprego e a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração -, tinham sido divulgados na semana passada, mas foram agora corrigidos, devido a um erro no ficheiro, revelou ao jornal Expresso o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS).

O valor médio mensal do subsídio de desemprego atinge este valor numa altura em que se verifica um aumento no número de desempregados, situação decorrente da pandemia de covid-19 que teve um impacto negativo em muitas empresas e negócios.

O que justifica o aumento? Ao Expresso, fonte do MTSSS indica que o valor registado em abril reflete “a trajetória de aumento de salários dos últimos anos, de que o exemplo mais visível é o aumento do Salário Mínimo Nacional (aumento de 130€ desde 2015, ou 26%)”.

Ao mesmo tempo, “nos últimos anos, a dinâmica de criação de emprego e de redução do desemprego permitiu aos trabalhadores uma permanência sustentada no mercado de trabalho, aumentando os meses com registo de remunerações, o que tem reflexo na remuneração de referência”, que aumentou, explicou ainda ao mesmo jornal fonte do ministério liderado por Ana Mendes Godinho.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.