Tiago Petinga / Lusa

O ex-director de risco do BES, no período entre 2012 e 2014, Rui Fontes, foi promovido a administrador do Novo Banco pela direcção de António Ramalho, após ter sido convidado para o cargo pelo Fundo de Resolução.

Rui Fontes foi nomeado director do departamento de risco do BES já depois da resolução do Banco. Em 2016, após António Ramalho substituir Eduardo Stock da Cunha na presidência do Novo Banco, Rui Fontes foi destacado para a Comissão Executiva, ficando com o pelouro do risco, conforme reporta o Público.

O agora administrador do Novo Banco explica no jornal que foi convidado para o cargo pelo Fundo de Resolução, entidade que está sob a tutela do Banco de Portugal, para integrar a Comissão Executiva de António Ramalho.

Rui Fonte também sublinha que cumpria os requisitos necessários para assumir o cargo de administrador.

O Público constata que o Banco de Portugal reconheceu a sua idoneidade para o cargo pelo facto de Rui Fontes não ter sido visado em nenhum processo contraordenacional, quer enquanto esteve no departamento de risco do BES, entre 2012 e 2014, quer pelas funções no Novo Banco, no período de 2014 a 2016.

O Fundo de Resolução agravou o seu saldo negativo para mais de 7 mil milhões de euros em 2019, especialmente devido às injecções de capital no Novo Banco.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

eighteen − five =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.