A Cofina “nunca deixou de estar interessada na aquisição da Media Capital”, disse à agência Lusa, esta segunda-feira, fonte oficial da dona do Correio da Manhã.

Contactada pela agência Lusa, no âmbito das mudanças que estão a decorrer na TVI, fonte oficial da Cofina disse que a empresa de Paulo Fernandes mantém o interesse na compra da Media Capital.

“A Cofina nunca deixou de estar interessada na aquisição da Media Capital”, afirmou a mesma fonte.

“Nos contactos que manteve sempre deixou claro que os valores de aquisição deveriam ser ajustados, quer à realidade da empresa, quer ao contexto que atravessamos”, concluiu fonte oficial.

Em março, quando o mercado dava praticamente como certa a compra da Media Capital pela dona do Correio da Manhã, o anúncio da desistência, a 11 de março e em vésperas de estado de emergência, apanhou a maioria de surpresa, incluindo o empresário Mário Ferreira, que tinha sido desafiado pelo presidente da Cofina, Paulo Fernandes, a envolver-se no negócio.

A operação de aumento de capital da Cofina, de 85 milhões de euros, ficou aquém do objetivo por cerca de três milhões de euros.

Entretanto, a 14 de maio, Mário Ferreira tornou-se acionista da dona da TVI, ao comprar 30,22% da Media Capital, através da Pluris Investments, numa operação realizada por meio da transferência em bloco das ações por 10,5 milhões de euros.

Esta sexta-feira, foi tornado público que a Media Capital contratou Cristina Ferreira para a TVI, um anúncio que apanhou o mercado de surpresa, dado que a apresentadora tinha contrato com a SIC até 2022.


Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 + fourteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.