A TAP receberá na próxima semana a primeira tranche da injeção de 1.200 milhões de euros, escreve o Jornal de Negócios.

De acordo com o diário de economia, que avança a notícia esta quarta-feira, o primeiro cheque do Estado à companhia aérea portuguesa chegará na próxima semana e incluiu um valor de 250 milhões, montante que servirá fazer face ao pagamento de salários a trabalhadores e a compromissos com fornecedores.

Depois de várias rondas negociais, TAP e Estado chegaram a acordo, que culminou na saída do acionista privado David Neeleman e ao reforço da quota pública.

Com este acordo foi desbloqueada a injeção de1.200 milhões de euros na empresa, fortemente afetada pela pandemia de covid-19.

Segundo o Negócios, no final da semana passada toda a documentação para a compra da posição de Neeleman na TAP ficou fechada, abrindo a porta para que ainda esta semana sejam formalizadas as assinaturas. Depois, pode arrancar a injeção.

A Comissão Europeia aprovou em 10 de junho um “auxílio de emergência português” à TAP, um apoio estatal de até 1.200 milhões de euros para responder às “necessidades imediatas de liquidez” com condições predeterminadas para o seu reembolso.

Uma vez que a companhia aérea portuguesa já estava numa débil situação financeira antes da pandemia de covid-19, a empresa “não é elegível” para receber uma ajuda estatal ao abrigo das regras mais flexíveis de Bruxelas devido ao surto, que são destinadas a “empresas que de outra forma seriam viáveis”.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + 8 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.