A Ryanair planeia despedir 3.500 pessoas, entre pilotos e tripulantes de cabine, caso não aceitem os cortes salariais propostos, disse esta quarta-feira o CEO da empresa, Michael O’Leary.

De acordo com a Reuters, a empresa já tinha anunciado o despedimento de mais de 250 funcionários na Europa, nomeadamente nos aeroportos de Madrid (Espanha), Londres-Stansted (Inglaterra), Dublin (Escócia) e Wroclaw (Polónia), estando a considerar mais de três mil cortes.

“Já anunciámos a perda de cerca de 3.500 postos de trabalho, mas estamos em negociações profundas com os nossos pilotos, a nossa tripulação de cabine e pedimos a todos que aceitem os cortes salariais como alternativa à perda de postos de trabalho”, disse Michael O’Leary à BBC.

O CEO adiantou que “se conseguirem negociar esses cortes salariais por acordo”, poderão “evitar a maioria, mas não todas, as perdas de postos de trabalho”.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.