Logo paivense
Logo paivense

EDP vende duas centrais em Espanha à Total por 515 milhões

José Sena Goulão / Lusa

António Mexia, presidente executivo da EDP

A EDP vendeu à Total um portefólio de ativos térmicos e de comercialização de energia em Espanha, que inclui duas centrais a gás CCGT, por 515 milhões de euros.

A petrolífera francesa Total anunciou, esta segunda-feira, a compra à EDP de uma carteira de 2,5 milhões de clientes residenciais em Espanha e duas centrais de gás com capacidade para 850 megawatts por 515 milhões de euros.

A empresa explica, em comunicado, que a transação inclui cerca de 2,1 milhões de contratos de clientes da EDP Comercializadora e cerca de 400.000 da CHC, uma joint-venture entre a EDP (Energia de Portugal) e a distribuidora de eletricidade CIDE.

A transação vai permitir à Total tornar-se na quarta maior empresa do mercado espanhol no subsetor do gás, com uma quota de 12%.

O preço acordado é de 515 milhões, “com o valor do capital próprio sujeito a ajustamentos até à conclusão da transacção”, refere o comunicado da EDP, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. O encaixe da venda terá “um impacto marginalmente positivo no resultado líquido recorrente da EDP, assim como um impacto positivo estimado em -0.1x no rácio dívida líquida/EBITDA.

Segundo o Público, a empresa liderada por António Mexia adianta ainda que “a conclusão da transcção está prevista para o segundo semestre de 2020, estando pendente das aprovações societárias e regulatórias aplicáveis”.

“Com esta transacção, a EDP ultrapassa claramente o objetivo de dois mil milhões de alienações no mercado Ibérico, atingindo com este acordo 65% do objetivo global de seis mil milhões de alienações no período 2019-2022 (incluindo operações de rotação de ativos renováveis), o que proporciona flexibilidade adicional na execução remanescente do plano estratégico até 2022”, refere.

Fonte: ZAP