Logo paivense
Logo paivense

Empresas dos municípios em quarentena produzem 80% da riqueza do país

As empresas dos 121 concelhos que esta quarta-feira voltam a confinar são responsáveis por 80% da riqueza que é produzida no país.

Cento e vinte e um municípios vão ficar abrangidos, a partir de quarta-feira, pelo dever cívico de recolhimento domiciliário, novos horários nos estabelecimentos e teletrabalho obrigatório, salvo “oposição fundamentada” pelo trabalhador, devido à covid-19.

Nestes territórios – que representam 70% da população residente –, ficam proibidas as feiras e os mercados de levante, e os eventos e celebrações ficam limitados a cinco pessoas, exceto nos casos em que os participantes pertencem ao mesmo agregado familiar.

Para definir a lista dos 121 municípios, foram incluídos os concelhos com mais de 240 casos de infeção com o vírus da covid-19 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. António Costa sublinhou que este critério é o que é seguido pelo Centro Europeu de Controlo das Doenças.

Os 121 municípios representam 40% do total dos concelhos existentes em Portugal, mas em termos de produção de riqueza, são bem mais representativos. Segundo o ECO, que se baseou em dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), as empresas dos 121 concelhos que esta quarta-feira voltam a confinar são responsáveis por 80% da riqueza que é produzida no país.

Esta alegação é feita com base no valor acrescentado bruto (VAB) das empresas, o valor bruto da produção deduzido do custo das matérias-primas e de outros consumos no processo produtivo.

Feitas as contas, o VAB dos 121 concelhos ascende a 78 mil milhões de euros, o equivalente a quase 80% da riqueza produzida pelas empresas não financeiras do país. As empresas dos restantes concelhos representam apenas cerca de 20% do total.


Fonte: ZAP