Logo paivense
Logo paivense

FC Porto enfrenta missão mesmo impossível, em Anfield Road

O FC Porto vai ter pela frente na terça-feira uma missão mesmo impossível no que respeita ao apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões em futebol, depois do 0-5 sofrido na receção ao Liverpool.

No mítico Anfield Road, os ‘dragões’, que tombaram em três de nove presenças nos ‘oitavos’, precisavam, no mínimo, de marcar cinco golos, o que, por si só, parece uma tarefa fora do alcance do conjunto comandado por Sérgio Conceição.

Assim, e olhando a realidade, resta aos ‘dragões’ tentarem um ‘bonito’, que seria sempre um triunfo ou uma igualdade, ou, pelo menos, não sofrerem nova goleada, que colocaria a eliminatória em números históricos.

Em termos matemáticos, virar um 0-5 caseiro é algo que, simplesmente, nunca aconteceu, sendo que, na ‘Champions’, a maior ‘virada’ de sempre pertence ao FC Barcelona, que, na época passada, ganhou em casa por 6-1 ao Paris Saint-Germain, nos ‘oitavos’, depois de ter sido goleado em França por 4-0.

Na história da prova (desde 1992/93, sem pré-eliminatórias), só duas equipas haviam perdido em casa por cinco golos na primeira mão e os finais não foram nada felizes.

Em 2008/09, o Sporting cedeu pelos mesmos 0-5 na receção ao Bayern Munique e, na Alemanha, ‘levou’ 7-1, para um total recorde de 1-12, e, em 2013/14, o Schalke 04 caiu por 1-6 perante o Real Madrid e em Espanha perdeu por 3-1.

O FC Porto parece, assim, correr mais riscos de nova goleada histórica do que, propriamente, de, por algum estranho acontecimento, não raros na história do futebol, regressar à discussão da eliminatória.

Na presente temporada, o FC Porto tem dois resultados que, agora, lhe serviam, o 6-0 ao Lusitano de Évora, no Restelo, para a Taça, e o 6-1 ao Paços de Ferreira, para o campeonato, além de um 5-0 ao Rio Ave que atiraria o jogo para prolongamento.

Por seu lado, o Liverpool já perdeu por 5-0, mas no reduto do Manchester City, líder destacado da Liga inglesa de futebol, já vencedor da Taça da Liga inglesa e, como os ‘reds’, quase apurado para os ‘quartos’ da ‘Champions’ (4-0 em Basileia).

Em Anfield Road, é, porém, preciso recuar mais de 10 anos para encontrar uma equipa que tenha marcado cinco ou mais golos, no caso o Arsenal, que marcou seis a 09 de janeiro de 2007, mas triunfando por ‘apenas’ três de diferença (3-6).

Para encontrar um resultado que sirva ao FC Porto, é preciso ‘escavar’ bem mais, quase 80 anos, até 25 de março de 1937, dia em que o Liverpool sofreu um 0-5 face ao Manchester City. Sete anos antes, a 19 de abril de 1930, o Sunderland fez ainda melhor, um 0-6 que agora qualificaria os portistas.

No que respeita a taças europeias, o Liverpool nunca perdeu, porém, por mais do que quatro golos de diferença: o pior registo data de 01 de dezembro de 1966, quando os ingleses caíram perante o Ajax, de Johan Cruyff, por 5-1, em Amesterdão.

Quanto ao FC Porto, já venceu fora uma vez por mais de cinco golos, quando, a 03 de outubro de 1990, na segunda mão da primeira eliminatória da Taça dos Campeões, cilindrou o Portadown, da Irlanda do Norte, por 8-1, com um ‘póquer’ de Rabah Madjer.

Três épocas volvidas, na fase de grupos da ‘Champions’ 1993/94, os ‘dragões’ lograram um sensacional 0-5 no reduto dos alemães do Werder Bremen, a 30 de março de 1994, com tentos de Rui Filipe, Kostadinov, Secretário, Domingos e Timofte (penálti).

Os portistas dificilmente podem, porém, sonhar em repetir este resultado, num Anfield Road que costuma ser um ‘pesadelo’ para os adversários: na presente temporada, o CSKA Moscovo levou 7-0, o Swansea 5-0 e o City sofreu quatro, marcando três.

Quanto a derrotas, apenas uma, sofrida na receção ao West Bromwich, por 2-3, a 27 de janeiro, que custou o adeus dos comandados de Jürgen Klopp à Taça de Inglaterra.

Na história de confrontos caseiros com conjuntos lusos, o Liverpool soma sete vitórias, dois empates e apenas uma derrota, selada, em 2005/06, pelo Benfica, de Ronald Koeman, que ganhou por 2-0, com tentos de Simão e Miccoli.

Por seu lado, o FC Porto jogou duas vezes no ‘mítico’ estádio dos ‘reds’ e somou outras tantas derrotas, por 2-0 em 2000/2001, para a Taça UEFA, e por 4-1 em 2007/2008, em encontro da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Nas vésperas do confronto em solo inglês, os portistas venceram por 2-1 na receção ao Sporting, com o senão de terem perdido, por lesão, o maliano Marega, enquanto o Liverpool bateu em casa o Newcastle por 2-0, com golos de Salah e Mané.

O encontro entre o Liverpool e o FC Porto, da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, realiza-se na terça-feira, pelas 19:45, em Anfield Road.