Logo paivense
Logo paivense

Futebol: I Liga / Vitória de Guimarães – Paços de Ferreira (Declarações)

Declarações após o jogo entre o Vitória de Guimarães e o Paços de Ferreira (3-2), da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães:

Pedro Martins (treinador do Vitória de Guimarães): “Entrámos muito bem no jogo, com uma personalidade muito boa, fizemos um golo, estivemos muito próximos do segundo. Depois, houve uma reação normal do adversário. Está equilibrado e vinha de dois resultados muito bons. Num momento em que estávamos por cima no jogo, acabámos por sofrer um golo, numa infelicidade do Pedro [Henrique] e alterou um pouco o registo. Ao intervalo, poderíamos ir com um resultado diferente.

Na segunda parte, mais do mesmo. O jogo, em muitos momentos, foi equilibrado: uma equipa com posse consentida da nossa parte e nós a criar desequilíbrios nas transições. Fizemos o terceiro golo, e podíamos ter gerido de outra forma, se bem que há mérito no segundo golo do Paços. Foi uma vitória justa, difícil e complicada.

Nunca perdi a confiança [no quinto lugar]. Estávamos a sete pontos, hoje estamos a quatro. Já estivemos a mais. Este grupo nunca se vai entregar. Estamos a reagir. Era importante hoje vencer. Já temos vindo a registar melhorias significativas. Tirando o jogo de Alvalade, nos últimos jogos, a equipa tem feito três golos por jogo. Infelizmente, hoje sofremos dois golos, um deles com infelicidade.

Temos mais opções e argumentos também [com os reforços de inverno]. Não temos a Liga Europa para provocar um grande desgaste”.

João Henriques (treinador do Paços de Ferreira): “[A diferença] esteve na eficácia, porque, no primeiro remate que o Vitória fez à baliza, fez golo e na má decisão da equipa de arbitragem relativamente à grande penalidade marcada e a uma que ficou por marcar aos 90 minutos – mão na bola do defesa do Vitória. Estivemos a ver. Está confirmado. [Foram] duas excelentes equipas que apresentaram qualidade, futebol positivo, na procura dos três pontos, mas o que decidiu foi a eficácia e dois erros dos árbitros.

[Estou] satisfeito e otimista relativamente ao futuro. O que o Paços fez nas últimas três jornadas mostrou que estamos preparados para na próxima sexta-feira discutir os três pontos [com o Tondela]. A equipa está confiante no que pode e deve fazer. Falta, do jogo de hoje, levar pontos daqui para ser mais correto relativamente ao que aqui foi apresentado pelo Paços. O Paços é garantidamente uma equipa que vai conquistar vários pontos até ao final do campeonato.

A pouco e pouco, [os reforços Assis e Rúben Micael] já trazem muita coisa. A equipa está a solidificar os processos ofensivo e defensivo. Os dois jogadores que chegaram estão a melhorar de acordo com as nossas ideias. Trouxeram, juntamente com a nova equipa técnica, confiança, aquela sensação que estamos confortáveis quando temos bola. É uma equipa que está cada vez melhor nos vários momentos do jogo”.