Logo paivense
Logo paivense

GNR recuperou 30 mil euros em vestuário furtado

Várias fábricas e lojas de vestuário têm sido assaltadas, nas últimas semanas, no Vale do Sousa, causando milhares de euros de prejuízos aos proprietários. As peças furtadas são, depois, vendidas em diferentes feiras do Grande Porto.

O último furto ocorreu no passado dia 1, na Zona Industrial de Penafiel, mas a GNR conseguiu identificar os autores do assalto e recuperar material avaliado em 30 mil euros.

O grupo invadiu a empresa “Mamamia – Malhas, Lda.”, cujas instalações ficam situadas numa das zonas industriais de Penafiel, e furtou centenas de peças de vestuário.

Após o caso ser comunicado às autoridades, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Penafiel iniciou investigações, que levaram os militares a um bairro situado em São Martinho do Campo, no concelho de Valongo, onde foi localizada uma das viaturas usada no assalto. Os investigadores confirmaram, posteriormente, que a carrinha estava ainda carregada com todas as peças de vestuário que haviam sido furtadas na fábrica de Penafiel. Peças essas que iriam ser vendidas nas feiras de Vandoma e Canelas, apuraram os militares do NIC.

Fonte: JN