Logo paivense
Logo paivense

John McAfee cria criptomoeda física e entra na corrida à presidência dos EUA

John McAfee / Facebook

John McAfee, criador do antivírus com o mesmo nome

Uma das personagens principais da cibersegurança, John McAfee, anunciou a sua candidatura à presidência dos Estados Unidos. Além disso, vai lançar uma das suas mais recentes criações: a sua moeda física baseada em criptomoedas.

A lenda da segurança quer ser o próximo Presidente dos Estados Unidos. John McAfee, criador do antivírus com o mesmo nome, anunciou, este domingo, que irá candidatar-se nas próximas eleições, já em 2020.

Mas esta não é a primeira vez que McAfee envereda pela política. Em 2016, foi pré-candidato pelo Partido Libertário dos Estados Unidos. No entanto, perdeu a candidatura para Gay Johnson.

John McAfee considera-se liberal e defende a descriminalização da droga. Ainda assim, em 2020, irá centrar-se na defesa do uso de criptomoedas. “Apesar de resistências passadas, decidi candidatar-me novamente em 2020. Se o Partido Libertário me pedir, candidatar-me-ei por eles. Se não, vou criar o meu próprio partido. Acredito que isso servirá à comunidade de criptografia fornecendo a melhor plataforma de campanha”, escreveu.

Além de já ser conhecido por ser uma personagem controversa da política americana, o programador ganhou notoriedade graças a mais uma das suas criações. Desta vez, o grande defensor do sistema financeiro vai lançar a McAfee Redemption Unit (MRU), a sua moeda física baseada em criptomoedas.

A moeda está conectada a uma rede em blockchain, cuja segurança é garantida por tokens. As notas serão lançadas em sete tipos e valores diferentes, sendo que quatro delas têm impresso o rosto de McAfee. Uma só nota poderia valer até 500 MRU.

Não é boato. A McAfee Redemption Unit é real e chega daqui a 26 dias. A imagem está em baixa resolução – não quero mostrar muito. Impresso em papel moeda, holografia de ambos os lados, serializado, vinculado à blockchain, resgatável, conversível, colecionável”, informou McAfee no Twitter.

Mas, afinal, quanto vale o papel? O valor inicial será de 9,95 dólares (8,5 euros) e pode ser resgatado, de acordo com o criador, numa reunião de apenas um minuto com o próprio McAfee.

Ao todo, foram impressas 341 milhões de notas, num total de 6,05 milhões de MRU, o que equivale a 60,2 milhões de dólares, quase 51,5 milhões de euros.

Fonte: ZAP