Logo paivense
Logo paivense

Militares partem para o Afeganistão

Os 118 militares da 6.ª Força Nacional Destacada partiram hoje para o Afeganistão. Eles vão participar da missão da Aliança Atlântica “Resolute Support Mission”. A 6.ª FND é formada por uma Força de Reação Rápida (com 154 militares) e um “National Support Element” (com 16 integrantes). Também há um pelotão da Brigada Mecanizada, um da Zona Militar dos Açores e um terceiro da Zona Militar da Madeira.

Os outros 52 militares que fazem parte da Força Nacional vão juntar-se aos restantes no próximo dia 24 de janeiro. A previsão é que eles fiquem por lá até o dia 31 de maio.

Uma nota do Ministério da Defesa destaca que Portugal tem contribuído para a ‘Resolute Support Mission’ desde 2015, “empenhado em contribuir para a estabilização da segurança no território, no quadro dos compromissos internacionais assumidos e em estreita cooperação com as autoridades afegãs.” Os militares terão como missão garantir a segurança do Aeroporto Internacional de Hamid Karzai, em Cabul.

Em acordo celebrado em julho de 2018, em Bruxelas, os aliados comprometeram-se em manter a missão “até que as condições indicarem mudanças apropriadas”. Desde 2001 os países mantém essa intervenção no Afeganistão. Atualmente os Estados Unidos se encontram a retirar suas forças do país, no quadro das negociações de Doha, e por decisão da administração do presidente Donald Trump.

Últimas Notícias 

Redes social da paivense