Início Economia Trump acusa Europa de desvalorizar o euro para ter vantagem sobre os...

Trump acusa Europa de desvalorizar o euro para ter vantagem sobre os EUA

COMPARTILHAR

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos EUA, Donald Trump

Num tweet publicado esta terça-feira, Donald Trump acusou a Europa de, juntamente com a China, desvalorizar artificialmente a moeda para ganhar vantagem sobre os EUA.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, parece não ter ficado contente com as declarações de Mário Draghi. O presidente do Banco Central Europeu discursou em Sintra, no âmbito do Fórum do BCE, e admitiu baixar as taxas de juro caso a inflação não baixe na zona euro.

Trump reagiu e acusou a Europa de, a par da China, desvalorizarem a moeda para ganhar vantagem sobre os Estados Unidos. “Mário Draghi acaba por anunciar mais estímulos, e com isso o euro imediatamente caiu face ao dólar, tornando injustamente mais fácil para eles competir com os Estados Unidos”, publicou Donald Trump no Twitter.

O líder americano alegou que a Europa tem feito isto “impunemente há anos” juntamente com a China. Segundo o Expresso, Trump realçou ainda que, depois dos comentários de Draghi, “os mercados europeus subiram logo”.

Apesar do risco de uma guerra cambial à vista com os europeus, os principais lóbis empresariais norte-americanos parecem preferir dar prioridade ao agravamento da guerra comercial com a China. O US Chamber of Commerce lançou um ultimato a Trump para remediar a situação, que pode acarretar riscos à economia americana no futuro.

Aliás, a guerra comercial está já a afetar as bolsas europeias. As bolsas europeias já estão a apresentar os primeiros sinais negativos após a escalada de tensão da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, nomeadamente depois das medidas de Donald Trump contra a chinesa Huawei.

A bolsa portuguesa acompanha a tendência, penalizada pelos setores postal, da banca, da energia e das telecomunicações.

Os investidores estão a reagir negativamente ao profit warning da tecnológica norte-americana Broadcom, que assumiu perspetivar receitas inferiores ao esperado, devido a uma contração no volume de encomendas. A empresa não mencionou diretamente a Huawei, mas assumiu claramente que o profit warning é um “efeito das restrições às exportações” sobre um dos seus “maiores clientes”.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

three × five =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.