Início Ciência Crianças norte-americanas vão poder batizar o rover da missão Mars 2020

Crianças norte-americanas vão poder batizar o rover da missão Mars 2020

COMPARTILHAR

Nasa / JPL-Caltech

A NASA quer batizar o rover que irá a Marte no contexto da missão Mars 2020. Para isso, conta com a ajuda de crianças norte-americanas.

Com o objetivo de dar ao robô explorador uma identidade própria, a NASA tem em vigor uma iniciativa que inclui a participação de alunos norte-americanos do ensino básico e secundário.

Os interessados em participar devem enviar um texto com a sugestão de nome para o rover até dia 1 de novembro. Depois de avaliados consoante a adequação, originalidade e relevância, os melhores textos serão selecionados e separados em três grupos.

Depois de fechado o prazo, a agência espacial norte-americana vai escolher 52 semifinalistas por cada grupo, cada um representando um Estado ou território dos Estados Unidos. Depois será a vez do público escolher nove finalistas em janeiro de 2020.

Segundo o SapoTek, o anúncio do nome final que será dado ao rover será feito no dia 18 de fevereiro, correspondente a um ano antes da previsão da sua chegada ao solo marciano.

O robô explorador tem sido melhorado ao longo do último ano, tendo ganho pernas e rodas em junho na sua suspensão de mobilidade.

De acordo com a NASA, as seis rodas instaladas atualmente no rover são apenas para testes e serão substituídas em 2020. As rodas têm o seu próprio motor, sendo que as duas rodas dianteiras e as duas traseiras possuem também motores de direção. Assim, o rover pode girar 360 graus num só lugar.

Além disso, o seu braço, com 2,1 metros de comprimento, é capaz de movimentar pesos de aproximadamente 40 kg. O braço é composto por cinco motores elétricos e cinco articulações.

O rover Mars 2020 da NASA será lançado em julho do próximo ano, a partir da Estação da Força Aérea do Cabo Canaveral, na Flórida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

six − 6 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.