A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados.

De acordo com o estudo publicado pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), uma mulher assintomática regressou dos Estados Unidos à província chinesa de Heilongjiang em março. Apresentou resultado negativo no teste à covid-19, mas foi convidada a entrar em quarentena na sua casa, onde morava sozinha.

De acordo com o Diário de Notícias, a mulher estava sozinha no elevador quando ia para o apartamento e não entrou em contacto próximo com ninguém.

Segundo os autores do estudo, o vizinho do andar de baixo do apartamento da mulher usava o mesmo elevador. Em março, a mãe do vizinho e o namorado passaram a noite no apartamento, tendo o casal interagido com outro homem e os seus dois filhos.

Em abril, abril, o homem sofreu um derrame e foi internado no hospital. Durante o período em que esteve no hospital, foi tratado por uma equipa médica que seguiu outros pacientes na enfermaria. Objetos também foram partilhados com outros doentes. Mais tarde, foi transferido para outro hospital.

Os especialistas começaram a perceber a ligação quando o namorado da mãe do vizinho também desenvolveu sintomas e testou positivo ao SARS-CoV-2. O vizinho, a mãe do vizinho e o homem que teve um derrame, todos deram positivo.

No primeiro hospitall, 28 pessoas foram infetados, e, no segundo, outras 20 pessoas foram contagiadas.

Os investigadores esctabeleceram o elo apenas três semanas após o regresso da mulher. Embora o teste tenha sido negativo, um teste de anticorpos teve resultados positivos, indicando que já tinha estado infetada.

A mulher provavelmente era portadora assintomática e que os vizinhos foram infetados ao tocar superfícies no elevador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seventeen − two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.